Declaração do aeroporto internacional de Phuket expõe que o rapaz admitiu ter ingerido muitos comprimidos de Viagra; depois dos transtornos e dos danos materiais causados, ele foi rendido pela polícia e levado ao hospital

O americano Steve Cho, de 27 anos, teve que ser rendido após causar transtornos em aeroporto tailandês
Reprodução/Metro.co.uk
O americano Steve Cho, de 27 anos, teve que ser rendido após causar transtornos em aeroporto tailandês

O final de semana foi tumultuado e nada agradável para os passageiros do aeroporto de Phuket, na Tailândia. Tudo começou depois de um rapaz ter tomado muitos comprimidos de Viagra , o que aparentemente lhe causou algumas reações adversas. Ficando extremamente agressivo, o turista decidiu tirar a roupa e gritar com as pessoas ao redor, que esperavam por seus voos. Como se não bastasse, o ‘peladão’ fez cocô em público e atirou nos transeuntes.

Leia também: Acidente entre navios na China causa incêndio e deixa 32 desaparecidos

O homem, que foi identificado como Steve Cho, tem 27 anos e é de Nova York, nos Estados Unidos. Após de ter causado todo esse transtorno, ele foi rendido por seis guardas de segurança do aeroporto . Segundo informações do jornal Metro , o nova-iorquino também destruiu as mercadorias de algumas lojas do local.

Wannee Ming, de 28 anos, estava presente quando tudo aconteceu e alega ter ficado assustada. "Fiquei chocada. Essa foi a coisa mais aleatória que já presenciei em um lugar como esse. Evitei ao máximo passar por ele pra que não atirasse suas fezes em mim”, relata.

Leia também: Homem acende fogo de artifício em sua bunda e acaba se queimando inteiro; veja

Medidas de segurança 

Testemunhas elogiaram a eficiência dos funcionários, uma vez que tomaram medidas rápidas para controlar o rapaz. Eles contam que, de início, o homem ignorou a equipe, mas depois acalmou-se e conversou sobre o ocorrido. Segundo declaração do aeroporto internacional de Phuket, “o rapaz admitiu ter ingerido muitos comprimidos de Viagra".

"Para controlar a situação e evitar qualquer perigo aos demais passageiros, os oficiais tiveram que prendê-lo. Os seguranças o levaram para a passarela do terminal, também para evitar que pudesse causar mais transtornos ou danos materiais. Ele ficou mais calmo somente quando foi levado ao primeiro andar, no centro de turismo”, expõe o relatório.

Leia também: Alemã é acusada de guardar bebês mortos no congelador de sua casa

A equipe do aeroporto afirma que, após se recuperar, Cho alegou ter perdido a consciência. Aceitando sem questionamentos a decisão tomada pelos policiais tailandeses, ele foi encaminhado ao hospital mais próximo uma um exame geral de rotina e para uma avaliação psiquiátrica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.