Denis e Ilaria, um casal italiano, encontraram uma forma um tanto quanto estranha de demonstrar sua fidelidade: trocaram as alianças pelo sangue

Denis e Ilaria bebem o sangue um do outro em um gesto de
CEN
Denis e Ilaria bebem o sangue um do outro em um gesto de "fidelidade" do casal


Os casais costumam ter algumas práticas e hábitos inusitados e exclusivos, porém, parece que este casal italiano levou a ideia a outro nível: para mostrar seu comprometimento, eles bebem o sangue um do outro, como em uma história de vampiros.

Leia também: Homem usa escorredor de macarrão como chapéu em foto da carteira de motorista

Denis, de 30 anos, e Ilaria, de 20, se conheceram há três anos, no Facebook, quando ele procurava uma assistente de palco para sua apresentação no circo. Juntos desde então, os dois apresentam um show de terror de vampiros , atualmente na Alemanha. Mas, não se engane: o estilo de vida sanguinolento ultrapassa os limites da ficção.

Eles decidiram que uma boa forma de demonstrar fidelidade seria bebendo o sangue um do outro, e com a ajuda de equipamento médico esterilizado, todos os dias eles repetem o mesmo procedimento.

O homem declarou, de acordo com o portal Mirror , que o sangue é um suco corporal sagrado, e ele significa "vida" para o casal. "Nós bebemos nosso sangue para renovar nosso amor como uma demonstração do nosso vínculo, assim como pessoas casadas usam alianças".

A Ilaria bebe mais sangue do que Denis, porque, ainda segundo informações do Mirror , ele tem medo que a retirada do sangue possa "machucar o corpo perfeito" da namorada.

Apelidados de vampiros modernos, eles usam aparatos médicos para tirar o sangue um do outro – muito mais higiênico do que o jeito tradicional
CEN
Apelidados de vampiros modernos, eles usam aparatos médicos para tirar o sangue um do outro – muito mais higiênico do que o jeito tradicional

Além da alimentação hematófaga, eles querem ficar com a mesma aparência das criaturas mitológicas. Para isso, os italianos se vestem a caráter e decidiram colocara implantes de dentes caninos , apesar de contarem que foi difícil encontrar um dentista que aceitasse realizar o procedimento. 

Vampiros à solta?

Se alguns gostam de representar os seres paranormais, outros parecem ser a própria realização da ficção, como aconteceu em 2013, quando as câmeras de segurança de uma loja de Savannah, capital da Geórgia, nos Estados Unidos, flagraram o que seria uma criatura mítica caminhando pelos corredores . Apelidado de Edward Cullen – personagem fictício da saga "Crepúsculo", de Stephenie Meyer –, a criatura paranormal gerou polêmicas nas redes sociais.

Câmeras de seguranças capturaram suposto
Reprodução/Youtube
Câmeras de seguranças capturaram suposto "vampiro": o homem passa na frente do espelho e este não mostra seu reflexo


Entretanto, a polêmica durou pouco. Logo em seguida, foi revelado que o homem com "aparência de vampiros" nunca fora real, era apenas uma pegadinha dos mágicos escoceses Barry Jones e Stuart MacLeod, do programa de televisão The Happenings .

Leia também: Homem quer virar um alienígena e procura cirurgião para retirar sua genitália

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.