Deputada americana baleada anuncia que vai renunciar

Gabrielle Giffords, que estava entre vítimas de ataque no ano passado, diz em seu site que vai renunciar para continuar tratamento

iG São Paulo |

A deputada pelo Arizona Gabrielle Giffords anunciou em seu site neste domingo que vai renunciar ao seu cargo no Congresso essa semana para continuar seu tratamento para se recuperar de um tiro tomado na cabeça há um ano . "Muitas coisas aconteceram no ano passado. Nós não podemos mudar isso", disse Gabrielle, 41 anos, em um vídeo publicado em seu site.

Leia também: Atirador fere deputada americana e mata seis pessoas nos EUA

AP
Gabrielle Giffords é aplaudida ao reaparecer de surpresa na Câmara (1/8/2011)

"Eu não me lembro muito desse dia horrível, mas eu nunca vou me esquecer da confiança que depositaram em mim para ser suas vozes", continua para os eleitores. "Obrigada por suas orações e por me darem tempo para que me recuperasse. Eu tenho mais trabalho a fazer em minha recuperação. Então, para fazer o que é melhor para o Arizona, eu vou renunciar essa semana."

Segundo a CNN, a democrata vai entregar uma carta de renúncia essa semana ao presidente da Câmara dos Representantes John Boehner e ao governador Jan Brewer, que irá estabelecer uma data para uma eleição especial para preencher sua vaga que expira no final do ano.

Um comunicado de seu gabinete diz que Gabrielle vai assistir ao discurso do Estado da União na terça-feira em um de seus últimos atos como congressista. Em seu site, Gabrielle diz que seu serviço público não chegou ao fim. "Eu vou voltar e nós vamos trabalhar juntos pelo Arizona e por esse grande país."

A deputada democrata foi atacada em 8 de janeiro de 2011 durante um comício público ao lado de um supermercado em Tucson, no Estado americano do Arizona. O atentado, cometido por um jovem de 22 anos, deixou seis mortos, entre eles uma menina de nove anos, e 13 ficaram feridos.

A congressista foi submetida a uma cirurgia de emergência na cabeça e no olho esquerdo e passou semanas internada no hospital.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG