Ex-presidente dos EUA não citou o atual mandatário norte-americano, mas alertou para uso 'irresponsável' das redes sociais; Trump é feroz no Twitter

Barack Obama foi entrevistado pelo príncipe Harry em um programa da rádio BBC; veja como foi a conversa entre eles
Reprodução/Twitter
Barack Obama foi entrevistado pelo príncipe Harry em um programa da rádio BBC; veja como foi a conversa entre eles

O ex-presidente dos Estados Unidos , Barack Obama, alertou para os riscos do que ele chama de 'uso irresponsável' das mídias sociais, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (27).  Segundo o democrata, esse tipo de postura pode 'distorcer' a capacidade de opinião pública.

Leia também: Em clima natalino, Trump pede paz como presente para o Papai Noel

"Um dos riscos da internet é que as pessoas podem ter realidades inteiramente diferentes. Elas podem se fechar em informações que reforcem seus pontos de vista. A questão é como colocamos um escudo nessa tecnologia de forma a permitir múltiplas vozes, permitir a diversidade de visões e a chegada de um consenso", pontuou Barack Obama .

A declaração do ex-presidente foi feita durante uma entrevista especial a um amigo de longa data de Obama: o príncipe Harry . A conversa entre o democrata e o membro da realeza britânica aconteceu na rádio BBC e teve sua íntegra publicada nesta quarta-feira. 

Apesar de não ter citado, em momento nenhum, o nome do atual presidente dos Estados Unidos com sua crítica ao uso das redes sociais, Obama alfinetou Donald Trump, que é usuário feroz e assíduo do Twitter.

Ao ser questionado sobre como se sentiu ao deixar a Presidência, o democrata destacou que tinha "preocupações com todo o trabalho que não foi terminado", mas que deixou o posto "sereno", apesar de "sentimentos misturados".

Leia também: Juiz suspende parcialmente veto de Trump à entrada de refugiados nos EUA

"Havia preocupação sobre como o país caminharia para frente, mas, você sabe, de maneira geral havia serenidade", disse ele, que considerou "enormemente libertador" poder marcar a própria agenda e ter tempo para conversar com a mulher, Michelle Obama , depois que Trump assumiu o seu cargo.

A entrevista de Obama para Harry acontece porque o príncipe é uma das personalidades convidadas para editar o programa Today , da BBC Radio 4 , durante o período do Natal.

Casamento do 'brother'

Barack Obama é tão amigo do herdeiro do trono britânico que está cotado para integrar a lista de convidados do casamento de Harry e a atriz Meghan Markle. Donald Trump, no entanto, não deve ser convidado pelo príncipe – decisão que tem causado polêmica na família real. 

Leia também: Donald Trump proíbe uso de “transgênero” em documentos de agência de saúde

* Com informações da Agência Ansa.

    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.