Na aeronave que teria saído de Manaus foram encontrados restos mortais e 616 pacotes de cocaína originária da Colômbia

A Venezuela informou ter abatido um avião brasileiro no fim de semana e que a ação pode ter provocado a morte de dois homens amazonenses.

Janeiro:  Contrabando de gasolina rende tanto quanto o narcotráfico na Venezuela

Autoridades venezuelanas ao lado dos destroços da aeronave brasileira
Reprodução/Twitter
Autoridades venezuelanas ao lado dos destroços da aeronave brasileira

Na aeronave, modelo EMB-820-C e que teria saído de Manaus no sábado (23), foram encontrados restos mortais, documentos e 616 pacotes de cocaína originária da Colômbia. As foram identificadas como Klender Hideo de Paula Ida, de 19 anos, e o piloto Fernando César Silva da Graça, de 24 anos.

Ainda não há confirmação oficial, mas familiares disseram que há dias não se comunicam com os jovens. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil foi informado do ocorrido através de sua embaixada em Caracas, a qual foi comunicada pelo Escritório Nacional Antidrogas (ONA) da Venezuela.

Venezuela: Mais de 500 toneladas de drogas confiscadas desde 2009

As autoridades aéreas venezuelanas teriam detectado o avião brasileiro voando ilegalmente. Os tripulantes não teriam respondido às tentativas de comunicação das Forças Armadas, que resolveram abater a aeronave no município de Ricaurte, departamento de Cojedes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.