Sou seu grande admirador, diz Obama ao papa Francisco em visita ao Vaticano

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Durante o encontro, o presidente dos EUA trocou presentes com o pontífice, fez piada e o convidou a visitar a Casa Branca

Um visivelmente energizado presidente Barack Obama realizou uma audiência de quase uma hora com o papa Francisco no Vaticano nesta quinta-feira (27). Durante o encontro, Obama não escondeu sua admiração pelo pontífice e o convidou para visitar a Casa Branca.

2013: EUA espionaram Vaticano e o papa Francisco, diz revista italiana

AP
Papa Francisco e o Presidente dos EUA, Barack Obama, sorriem enquanto conversam durante seu encontro no Vaticano


Segunda: Obama se reúne com G7 na Holanda para discutir a crise ucraniana

Embora Obama e a Igreja Católica permanecem em lados opostos sobre questões como o aborto e a contracepção, o presidente considera que o pontífice tem ideias semelhantes às dele sobre questões de desigualdade econômica, e a reunião privada na Biblioteca Papal ocorreu por mais tempo do que o previsto.

Após o encontro, ambos apareceram sorridentes diante das câmeras. Francisco presenteou o presidente norte-americano com uma cópia da declaração de sua missão papal condenando o sistema econômico global que exclui os pobres. Obama disse que vai manter o documento no Salão Oval.

O presidente e o papa pareciam tensos no início da audiência quando um cumprimentou o outro inicialmente. Mas ao final da reunião eram só risos, dando a impressão de que haviam tido um bom tempo juntos, embora tenham se comunicado por meio de intérpretes.

“É uma honra. Sou um grande admirador seu”, Obama disse depois de saudar o papa com um ligeiro aperto de mãos. "Muito obrigado por me receber."

Obama chegou ao Vaticano em meio a toda a pompa e tradição da Igreja Católica, fazendo seu caminho em uma longa procissão, caminhando devagar pelos corredores do Palácio Apostólico liderado por guardas suíços e acompanhado por assistentes cerimoniais. O presidente fez uma reverência quando apertou a mão do pontífice na Sala do Pequeno Trono, antes de os dois se sentarem à mesa, como é costume durante uma audiência papal.

Em um primeiro momento, o encontro duraria meia hora, mas a discussão privada aconteceu por 52 minutos. No final, eles trocaram presentes: o papa ofereceu a Obama, além da cópia de sua exortação apostólica "A Alegria do Evangelho", dois medalhões.

Confira fotos do encontro:

Reunião entre o papa Francisco e Obama durou quase uma hora no palácio papal, Vaticano. Foto: APPapa Francisco recebeu o presidente dos EUA, Barack Obama, no Vaticano. Foto: APPapa Francisco presenteia Barack Obama durante encontro no Vaticano. Foto: APObama e papa Francisco estavam bem à vontade durante encontro no Vaticano. Foto: APObama cumprimenta o papa Francisco durante sua visita ao palácio papal, no Vaticano. Foto: APPresidente dos EUA e o papa Francisco, líder da igreja Católica, sorriem após reunião no Vaticano. Foto: APBarack Obama e papa Francisco eram só alegria durante encontro no palácio papal, no Vaticano. Foto: APPapa Francisco conversa com o presidente Barack Obama, no Vaticano. Foto: AP

Popularidade: Diferenças e semelhanças entre os papas Francisco e João Paulo 2º

"Você sabe, vou provavelmente ler isso quando estiver no Salão Oval, profundamente frustrado, e tenho certeza de que esse livro vai me dar forças e me acalmar", disse Obama. “Espero que sim”, respondeu o papa.

Obama presenteou o papa com uma caixa de sementes de frutas e vegetais semeados no jardim da Casa Branca, mencionando saber que o papa está abrindo os jardins da residência papal para o público no verão. Na caixa, feita de madeira e couro e encomendada na Basílica Baltimore - uma das mais antigas catedrais católicas dos EUA - foi grafada a data da reunião.

“Se você tiver a chance de ir à Casa Branca, nós também te mostraremos nosso jardim”, disse Obama. O papa respondeu “Por que não?”, em espanhol. Depois, Obama brincou dizendo que há mais pompa em uma visita ao Vaticano do que à Casa Branca. "Sua Santidade é provavelmente a única pessoa que tem de aturar mais protocolos do que eu", brincou Obama.

É provável que Francisco viaje aos EUA em setembro de 2015 para o Encontro Mundial das Famílias, a ser realizado na Filadélfia. O papa frequentou cinco das últimas sete celebrações e colocou as questões familiares na vanguarda de sua agenda. O Vaticano não confirmou a viagem e, provavelmente, não o fará até poucos meses antes do evento.

Enquanto Obama partia, disse “Muchas gracias” ao papa. Então, em Inglês, acrescentou: "Por favor, ore por mim e minha família", uma possível referência ao pedido que o pontífice faz ao término de seus encontros. "Elas estão comigo nesta jornada", declarou Obama, sobre sua família. Bem humorado, o presidente dos EUA afirmou que sua esposa e filhas "têm de me aturar".

*Com AP

Leia tudo sobre: obama visita o papapapa franciscovaticanocasa brancaeuavisitaeuropa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas