Ataque ocorreu em província que serve como porta de entrada para insurgentes vindos do Paquistão; segundo grupo militante, 15 militares do país foram mortos

Militantes do Taleban atacaram um posto do Exército próximo a fronteira com o Paquistão nesta sexta-feira (12), deixando 13 soldados mortos, informou o ministro da Defesa.

O ataque ocorreu em uma província que serve como principal porta de entrada para insurgentes vindos do Paquistão. Hostilidades aumentaram com a melhora do tempo, uma vez que o acesso pela área montanhosa está mais fácil.

NYT: Fartos do Taleban, moradores de reduto da milícia declaram: 'Basta'

Recém-recrutado soldado do Exército Nacional do Afeganistão participa de cerimônia de graduação em Herat (11/4)
AP
Recém-recrutado soldado do Exército Nacional do Afeganistão participa de cerimônia de graduação em Herat (11/4)

Leia mais: Militantes do Taleban atacam corte de justiça no Afeganistão

O ataque começou nas primeiras horas da manhã e durou cerca de cinco horas no distrito de Nari na província de Kunar, disse o porta-voz do Ministério da Defesa Zahir Azimi. Ele aformou que 13 soldados afegãos morreram.

O porta-voz do Taleban Zbiullah Mujahid reivindicou responsabilidade pelo ataque e afirmou que os insurgentes tomaram a base, levando armas e munições. Segundo ele, 15 soldados afegãos morreram, enquanto não houve perdas entre os militantes.

Saiba também: Presidente afegão aposta em difamar EUA para anular imagem de fantoche

Educação: Funcionamento de escolas no Afeganistão varia de acordo com poder do Taleban

O Taleban e outros insurgentes costumam refugiar-se no noroeste do Paquistão e usam Kunar como uma das principais rotas de infiltração para o Afeganistão.

Essa temporada de combates é observada de perto, porque as forças afegãs terão que operar com menos suporte da coalizão militar internacional, e sua habilidade de tomar conta da segurança do país será testada. Tropas dos EUA e de outros países estrangeiros preparam-se para uma retirada no fim de 2014.

Cerca de 100 mil soldados estrangeiros estão atualmente no Afeganistão, incluindo 66 mil dos EUA. É esperado que 32 mil americanos sejam retirados do país no início do ano que vem.

Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.