Papa, em seu último Ângelus, diz que segue vontade de Deus

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Perante uma multidão estimada de 100 mil na Praça de São Pedro, Bento 16 afirmou que continuará servindo à igreja por meio de preces e meditação após renúncia na quinta

O papa Bento 16, em seu último discurso dominical antes de deixar o posto, disse que seguia a vontade de Deus e não estava abandonando a Igreja Católica Romana ao se aposentar e passar seus últimos anos de vida em prece.

Sábado: Vaticano critica 'fofocas' e 'calúnias' sobre renúncia do papa

AP
Foto divulgada pelo L'Osservatore Romano mostra papa Bento 16 durante prece de Ângelus na Praça de São Pedro

O pontífice de 85 anos, em discurso perante dezenas de milhares em uma lotada praça de São Pedro, afirmou que continuará a servir à Igreja e a amá-la, rezando e meditando após a histórica renúncia na quinta-feira, a primeira em quase 600 anos.

Segundo Bento 16, que justificou a renúncia afirmando não ter mais a força mental e física para liderar os 1,2 bilhão de católicos do mundo, Deus o chamou para "escalar a montanha". Após afastar-se do cargo, ele ficará recluso em um monastério que está sendo renovado para ele em uma área atrás dos muros antigos da Cidade do Vaticano.

Descanso: Papa Bento 16 indica que ficará 'escondido do mundo' após renúncia

Mas apesar de ultimamente ele ter a aparência cansada e frágil, a multidão que enchia a praça pareceu energizá-lo, e ele expressou-se como uma voz clara e forte, repetidamente agradecendo os fiéis por seu afeto enquanto eles o interrompiam repetidas vezes com aplausos e vivas. Segundo a polícia, havia cerca de 100 mil pessoas no local.

"(A renúncia) não significa abandonar a igreja", disse. "Pelo contrário, se Deus me pede é porque posso continuar servindo (a igreja) com a mesma dedicação e amor que tenho tentado ter até agora, mas de uma forma mais compatível à minha idade e à minha força."

Leia também: Papa pode mudar regras do conclave que elegerá seu sucessor

O papa tem mais uma aparição pública na quarta-feira, quando participa de uma audiência geral na Praça de São Pedro. Nenhuma data foi determinada ainda para o início do conclave dos cardeais, que votarão em segredo para eleger o sucessor de Bento 16.

*Com AP e Reuters

Leia tudo sobre: papabento 16vaticanorenúncia do papaconclave

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas