Famosos ajudam Obama e Romney a arrecadar fundos e conquistar eleitores

Saiba em quem as celebridades vão votar nas eleições presidenciais americanas, marcadas para 6 de novembro

Carolina Cimenti - Nova York | - Atualizada às

Se a corrida presidencial americana dependesse exclusivamente das celebridades, o atual presidente, Barack Obama, provavelmente venceria. Mas seu rival nas eleições de novembro, o republicano Mitt Romney , também começou a arregaçar as mangas em Hollywood, na tentativa de conseguir o apoio de famosos que têm a simpatia dos eleitores e ajudam a levantar fundos para as campanhas.

Saiba mais: Acompanhe a cobertura completa das eleições nos EUA

Divulgação / Casa Branca
O ator George Clooney discute a situação no Sudão com o presidente dos EUA, Barack Obama, durante reunião na Casa Branca (12/10/2010)

Em ano eleitoral, apoiar candidatos políticos é estar na moda nos EUA. A última celebridade a declarar seu voto foi o ator e diretor Clint Eastwood , que na sexta-feira anunciou seu apoio ao candidato republicano. “O país está precisando de um impulso”, disse Eastwood, durante um evento organizado por Romney.

O republicano andou engrossando sua lista de partidários com nomes como o milionário Donald Trump, apresentador de “O Aprendiz”, e os atores Chuck Norris e Jon Voight, pai de Angelina Jolie. A atriz, por sua vez, decidiu não apoiar nenhum candidato, mas disse publicamente meses atrás que estava decepcionada com Obama.

Como Hollywood é notavelmente democrata, Obama leva vantagem, contando com o apoio de celebridades como o ator e diretor George Clooney e a atriz Sarah Jessica-Parker, estrela da série "Sex and the City".

A campanha de reeleição do presidente levantou US$ 15 milhões em uma noite durante um jantar na mansão de Clooney e outros US$ 2 milhões em um jantar para 50 convidados (que pagaram US$ 40 mil cada) na casa da atriz Sarah Jessica-Parker e seu marido, o ator Matthew Broderick.

Leia também:  Obama conta com ícones da moda e celebridades em campanha

No segundo evento, Obama ressaltou a força das celebridades em momentos de campanha eleitoral. “São vocês que ajudam no desempate. Vocês são os árbitros finais sobre que destino esse país deve tomar”, disse o presidente em discurso para partidários de peso como a editora da revista Vogue, Anna Wintour, a atriz Meryl Streep e o estilista Michael Kors.

E se o velho ditado “diga-me com quem andas e eu te direi quem és” tem valor eleitoral, veja quem as apoiam nestas eleições presidenciais:

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeuaobamaromneycelebridadesgeorge clooney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG