ver novamente

José Serra

Nome José Serra
Nascimento 19 de março de 1942
Nacionalidade Brasileira
Formação Economia
Partido PSDB-SP
Site Oficialserra45.com.br/
Redes sociais
José Serra (São Paulo, 19 de março de 1942) foi ministro do Planejamento e da Saúde no governo Fernando Henrique Cardoso. Depois de sair derrotado da disputa presidencial de 2002, foi prefeito e governador. Concorreu novamente ao Palácio do Planalto em 2010, perdendo a vaga para a petista Dilma Rousseff. Atualmente, é candidato à Prefeitura de São Paulo.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

José Serra (PSDB), 68 anos, é um dos principais líderes do PSDB paulista. Já disputou a Presidência da República pelo partido em duas ocasiões. Na primeira, em 2002, saiu derrotado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fez uma nova tentativa na corrida presidencial de 2010, que perdeu para a petista Dilma Rousseff.

Entre as duas corridas presidenciais que disputou, Serra acumulou duas vitórias nas urnas. Em 2004, Serra venceu Marta Suplicy (PT) na disputa pela Prefeitura de São Paulo, cargo para o qual havia tentado se eleger sem sucesso em 1988 e em 1996. Após 16 meses no posto, quebrou a promessa de campanha de concluir o mandato e renunciou para concorrer ao governo do Estado na eleição em que venceu no primeiro turno o também petista Aloizio Mercadante. Deixou o cargo em abril de 2010 para ser o candidato à Presidência pelo PSDB.

Serra é filho único de um casal de imigrantes italianos  - o pai era fruteiro. Criado no bairro da Mooca, na capital paulista, ingressou em 1960 no curso de engenharia da USP e passou a militar no movimento estudantil. Com o apoio da organização de esquerda Ação Popular (AP), elegeu-se presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) em 1963. Um ano depois, com o golpe militar, foi cassado e refugiou-se na Bolívia, de onde seguiu para a França. Tentou voltar ao Brasil, mas acabou se fixando no Chile onde começou a estudar Economia.

Com o golpe chileno, mudou-se para os Estados Unidos e ampliou seus estudos. Serra voltou ao Brasil 13 anos depois do golpe, virou professor e ingressou no MDB, sigla que serviria de embrião para o PMDB. Seu ingresso na administração pública veio em 1982, quando o governador paulista Franco Montoro (PMDB) o convidou para ser secretário de Planejamento. A partir daí, passou a acumular cargos e diplomas. Em 1986, elegeu-se deputado e teve atuação destacada na Constituinte.

Serra ajudou em 1988 a fundar o PSDB, partido pelo qual conquistou mais um mandato de deputado (1990) e outro de senador (1994). No governo FHC (1995-2002), foi o primeiro ministro do Planejamento (1995-1996), tendo ocupado também a pasta da Saúde (1998-2002).

Últimas Notícias

      Todas as notícias