Consulte o ranking de faculdades por aprovação no 5º exame da OAB

Públicas – especialmente as federais – lideram lista do Exame de Ordem. Não há particular entre as 25 mais bem classificadas

Priscilla Borges, iG Brasília |

Mais da metade das instituições de ensino entre as 100 primeiras no ranking por aprovação do 5º Exame de Ordem é pública. Nenhuma faculdade privada aparece entre as 25 com melhor desempenho na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). As federais são a maioria entre elas. O resultado completo pode ser consultado no ranking elaborado pelo iG com os dados de todas as instituições com participação na prova.

Resultado melhor: Número de instituições sem aprovados na OAB cai 72%

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) ficou em primeiro lugar no exame que dá aos bacharéis o direito de advogar. Entre os candidatos da instituição inscritos, 80,8% foram aprovados. A primeira estadual é a do Sudoeste da Bahia, que ficou com 74% de aprovação.

A primeira instituição privada aparece em 33º lugar no ranking. As Faculdades Integradas de Vitória (FDV) tiveram 61% de seus 143 estudantes e egressos inscritos no 5º Exame de Ordem aprovados ao final do processo. A Universidade Presbiteriana Mackenzie ficou em 35º e a Universidade de Salvador, em 36º .

Do total das 100 primeiras, 39 são privadas. De modo geral, as faculdades apresentaram índices de aprovação mais altos do que no exame anterior. Na semana passada, a OAB havia divulgado que o número de aprovados havia aumentado de 15% para 24,05% . O número é um recorde desde a unificação do exame, ocorrida em 2010. Dos 108.335 inscritos no último exame, 26.010 vão obter a carteirinha que permite o exercício da advocacia.

Ranking

O iG elaborou uma ferramenta com os dados das instituições que tiveram candidatos inscritos no Exame de Ordem. É possível consultar os resultados de todas as faculdades, mas nem todas aparecem no ranking.

Nele, só estão consideradas as faculdades que tiveram mais de 10 candidatos participando da primeira fase, critério usado pela própria OAB para avaliar as instituições. Desde a última edição do exame, a Ordem passou a levar em conta a quantidade de participantes em consideração com o objetivo de elaborar um ranking mais “justo”.

Veja os resultados abaixo:

Veja mais: rankings de cursos, escolas, faculdades e universidades

    Leia tudo sobre: exame de ordemoab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG