Caso ocorreu na Unidade Escolar Firmina Sobreira, em Teresina, no Piauí; Secretaria de Educação informou que a estudante já “apresentava problemas de socialização e vinha sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar"

Agressão: diretora de escola no Piauí levou socos de uma estudante após cobrar o uso do uniforme completo
Reprodução/ Facebook
Agressão: diretora de escola no Piauí levou socos de uma estudante após cobrar o uso do uniforme completo

A diretora da Unidade Escolar Firmina Sobreira, em Teresina, no Piauí, foi agredida nesta quarta-feira (6) por uma aluna do 8ª ano do Ensino Fundamental. Segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a agressão teria ocorrido após a docente cobrar da aluna o uso do uniforme completo da escola.

Leia também: Professora agredida por aluno sofre ataques na web, mas afirma: "não me calarei"

Nas imagens divulgadas em uma rede social, é possível observar o momento em que a diretora é agredida e cai no chão. As pessoas que estavam próximas ao local correm para conter a aluna e ajudar a docente. A estudante acusada de cometer a agressão foi encaminhada para a secretaria da escola e seus pais foram chamados.

Veja o vídeo: 


Em nota, a Secretaria de Estado da Educação informou que lamenta o ocorrido e afirmou que a aluna já “apresentava problemas de socialização e vinha sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar, que também foi acionado, mas informou que não poderia comparecer à escola”.

De acordo com a Seduc, equipes da 4ª Gerência Regional de Educação e da Companhia de Policiamento Escolar (CIPE), composta por psicólogos e assistentes sociais, foram à escola para “apurar o caso”. “O resultado da apuração será enviado ao Conselho Escolar para que seja assinada a transferência da estudante”, informa nota. 

Leia também: USP investiga suposta ameaça terrorista e pede "cuidado" a alunos

Uniforme obrigatório

A Secretaria de Estado da Educação do Piauí ressalta, na nota, que o uso do uniforme é obrigatório em todas as escolas da rede estadual e que os pais e os alunos tomam conhecimento da obrigatoriedade no ato de matrícula.

A Seduc destaca ainda que vem desenvolvendo nas escolas projetos contra todo tipo de violência, como o Paz nas Escolas, e que em 2018 esses projetos serão intensificados.

Socos em São Paulo

Na sexta-feira passada, outro caso de violência envolvendo um docente ganhou notoriedade nas redes sociais .  Em um vídeo que viralizou na internet, um aluno dá um soco no rosto de um professor da Escola Antônio de Alcântara Machado, na zona sul de São Paulo.

Nas imagens, o docente aparece sentado em uma carteira discutindo com o estudante. No momento em que o professor levanta da cadeira e retira o óculos o aluno defere o golpe. O estudante ainda tenta continuar a agredir o docente, mas é detido pelos colegas da sala. 

De acordo com a Secretaria de Educação de São Paulo, o aluno agressor tem 20 anos e cursa o 3º ano do Ensino Médio no Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Ele foi suspenso das aulas.

Ainda segundo a nota da secretaria, após o ocorrido a direção da escola “imediatamente chamou os responsáveis do aluno, assim como a Ronda Escolar que registrou a ocorrência”. A secretaria afirmou também que prestou todo o apoio ao docente , que registrou boletim de ocorrência da agressão e realizou o exame de corpo de delito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.