"Gato de Botas" diverte em ritmo de flamenco

Coadjuvante de "Shrek" tem origem explicada em animação com espírito espanhol

Guss de Lucca, iG São Paulo |

Desde sua primeira aparição, em "Shrek 2" (2004), o Gato de Botas chamou a atenção do cineasta Chris Miller, que ficou instigado em explicar a origem do pequeno felino de sotaque espanhol.

Divulgação
Coadjuvante da série "Shrek" ganha aventura em ritmo de flamenco com "Gato de Botas"
Desse fascínio surgiu o roteiro de "Gato de Botas", animação em 3D que segue a linha da franquia "Shrek" e mistura diversos contos de fadas em uma única história.

Além do personagem título, a aventura conta com um antigo parceiro do Gato, o curioso Humpty Alexandre Dumpty, um ovo antropomórfico que aparece em obras literárias como "Alice Através do Espelho", de Lewis Carroll.

Na trama, Humpty e o Gato procuram pelos misteriosos feijões mágicos, capazes de conduzir os aventureiros até o castelo do gigante. Lá, de acordo com a lenda, vive a Gansa dos Ovos de Ouro - objeto de adoração do ovo desde sua infância.

Siga o iG Cultura no Twitter

Junta-se à dupla na busca pelos feijões a ladra Kitty Pata-Mansa, uma gata negra conhecida pela habilidade de roubar sem ser percebida. E que, como já é esperado, briga muito com o herói até apaixonar-se por ele.

Em ritmo de flamenco, a animação tem em seus pontos altos as piadas que envolvem hábitos felinos e as aparições de Humpty Dumpty, que por ser um ovo enfrenta dificuldades peculiares. O ponto baixo, como ocorre em diversas produções, é a utilização dispensável do 3D.

Veja também: As várias vozes de Homer Simpson, Shrek e outros personagens

Longe de ser um primor, "Gato de Botas" diverte na medida e dá novos ares ao mundo fantástico apresentado na série "Shrek", cujo quarto filme, "Shrek Para Sempre" (2010), provou estar desgastada.

null

    Leia tudo sobre: Gato de Botasshrekanimaçãocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG