Disney admite que "John Carter" dará prejuízo de US$ 200 milhões

Um dos filmes mais caros da história, fantasia espacial ainda não pagou seus custos após quase duas semanas em cartaz

EFE |

O estúdio Disney admitiu nesta segunda-feira, através de um comunicado,  que o fracasso nas bilheterias de seu último grande lançamento, "John Carter: Entre Dois Mundos" , gerará um prejuízo operacional de US$ 200 milhões no segundo trimestre de seu ano fiscal.

Siga o iG Cultura no Twitter

A Disney investiu US$ 350 milhões no filme, sendo US$ 250 milhões em produção e o restante na campanha de divulgação, segundo estimativas dos analistas, e após sua estreia mundial, no dia 9 de março, seus números foram decepcionantes.

O filme arrecadou até o momento US$ 53 milhões em território norte-americano, segundo o site Box Office Mojo, o que acabou com as possibilidades de rentabilidade do projeto que nasceu com intenção de ser uma saga.

Segundo os dados da Disney, "John Carter" conseguiu até agora US$ 184 milhões em bilheteria no mundo todo.

A empresa, no entanto, se mostrou entusiasmada com as perspectivas de seus outros filmes para o resto do ano, com os lançamentos de "Os Vingadores" e "Valente" .

Leia também: "John Carter" está entre os 10 filmes mais caros da história; conheça

"John Carter: Entre Dois Mundos" é baseado no romance " Uma Princesa de Marte " escrito por Edgar Rice Burroughs e publicado em 1917, tornando-se uma obra de referência de ficção científica para as gerações posteriores, em filmes como "Guerra nas Estrelas" e "Avatar".

O filme conta a história um soldado veterano da Guerra Civil dos EUA que acidentalmente aparece no planeta Marte, onde, graças à menor gravidade, adquire força e habilidade sobrenaturais, que lhe transformam no herói do reino local.

null

    Leia tudo sobre: john cartercinemadisney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG