Estatueta consagra carreira da atriz que começou no cinema como protagonista de "O Diário da Princesa"

Anne Hathaway ganhou o Oscar de atriz coadjuvante por "Os Miseráveis" neste domingo (24). A atriz conquistou o coração da Academia no papel de Fantine, que sua mãe já interpretou no teatro.

Leia também:  Oscar consagra 'Argo' em noite marcada por excesso de números musicais

Apesar de ficar pouco tempo em cena, Hathaway é responsável pelo que é considerado o grande momento de "Os Miseráveis": a interpretação da canção "I Dreamed a Dream", que recentemente voltou a ser hit na voz de Susan Boyle.

Anne Hathaway recebe o Oscar de atriz coadjuvante
AP
Anne Hathaway recebe o Oscar de atriz coadjuvante

O Oscar consagra a carreira da atriz de 30 anos que começou no cinema aos 19 como protagonista de "O Diário da Princesa", filme inspirado no livro de Meg Cabot que se tornou um fenômeno de bilheteria arrecadando mais de US$ 165 milhões (R$ 328,3 milhões) em todo o mundo.

Siga o iG Cultura no Twitter

Com o sucesso do longa, Hathaway fez outros filmes leves ou de fantasia, como "O Herói da Família", "Uma Garota Encantada" e a continuação de "O Diário da Princesa". Mas em 2005 a carreira da atriz começou a mudar. Além de conseguir um papel pequeno no premiado "Brokeback Mountain", ela também estrelou "Garotas Sem Rumo", produção pouco conhecida na qual interpreta uma socialite mimada, com direito a cenas de nudez.

Sua filmografia tamvém inclui os sucessos "O Diabo Veste Prada", "Agente 86" e "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge" e o indie "O Casamento de Rachel", que lhe rendeu a primeira indicação ao Oscar, em 2008.

A atriz também já apresentou a cerimônia ao lado do ator James Franco, numa tentativa de fazer o Oscar ter mais apelo entre os jovens. Os dois foram muito mal, ainda que a maior parte das críticas tenha ficado para Franco, totalmente apático no palco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.