Problema de áudio interrompe sessão de "O Som ao Redor" em Gramado

Longa-metragem de Kleber Mendonça Filho deve ser reprisado na manhã de sexta-feira, se a falha for contornada

Marco Tomazzoni - enviado a Gramado |

Divulgação
"O Som ao Redor", de Kléber Mendonça Filho

O sétimo dia de competição do 40º Festival de Gramado não chegou ao final. Um problema nas caixas de som interrompeu na noite desta quinta-feira (16) a exibição de "O Som ao Redor", penúltimo longa-metragem brasileiro na disputa pelos Kikitos. Ironicamente, o diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho havia elogiado as condições técnicas do Palácio dos Festivais ao apresentar a sessão.

Siga o iG Cultura no Twitter

Depois de mais de uma hora e meia de exibição, os diálogos começaram a soar abafados, ininteligíveis. Embora o público batesse palmas e reclamasse muito, a situação se estendeu por 20 minutos, até que as luzes da sala finalmente foram acesas, pouco depois da meia-noite.

O diretor do evento, Ralfe Cardoso, pediu desculpas pela interrupção, necessária para não prejudicar a avaliação do júri, que revelará os ganhadores de Gramado na noite de sábado. "Do ponto de visto técnico, pode ser desculpado, mas do ponto de vista artístico, não", lamentou Cardoso, constrangido.

Acompanhe a cobertura do Festival de Gramado

Segundo ele, espera-se que a falha seja corrigida até as 10h de sexta-feira (17), quando começa a reprise da programação da noite anterior e os jurados poderão assistir ao longa-metragem na íntegra. À noite, está prevista a exibição do último filme da competição, o documentário "Jorge Mautner – O Filho do Holocausto".

    Leia tudo sobre: festival de gramadoo som ao redor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG