Elevação do mar pode varrer do mapa praias da Califórnia

Fenômeno causado pelo aquecimento global pode provocar prejuízo da ordem de bilhões de reais

Reuters |

The New York Times
Praia de Venice, no sul da Califórnia: a que corre mais risco
A elevação do nível do mar em consequência das mudanças climáticas pode fazer desaparecer algumas das praias mais conhecidas da Califórnia até o final do século, junto com centenas de milhões de dólares em propriedades, segundo um novo estudo.

"Se as praias desaparecerem, encolherem e erodirem, teremos menos turismo", disse Phillip King, professor-associado de economia da Universidade Estadual de San Francisco. "Tivemos o melhor conhecimento científico disponível, e é possível que os custos (estimados) ainda sejam baixos demais."

Economistas da universidade passaram dois anos projetando prejuízos econômicos da mudança climática no Ocean Beach de San Francisco e nas comunidades de Carpinteria, Malibu, Venice e Torrey Pines State Reserve, perto de San Diego.

Baseados em previsões que dizem que o nível do mar vai subir entre um e dois metros até o ano 2100, os pesquisadores conceberam modelos prevendo que propriedades, infraestrutura, habitat selvagem e espaço aberto seriam inundados ou erodidos, assim como o valor dessas perdas.

Eles também pesquisaram relatórios existentes para determinar o custo de proteger ou substituir esses recursos costeiros.

A praia de Venice é a que será mais atingida das cinco praias estudadas, com um aumento de dois metros no nível do mar nos próximos 90 anos, resultando em 96 milhões de dólares (163 milhões de reais) de prejuízos, segundo o relatório. Um aumento de um metro no mesmo período provocaria um prejuízo de 31,6 milhões de dólares (54 bilhões de reais).

Sobre os danos adicionais da erosão de áreas no continente a partir da costa, os pesquisadores previram prejuízos até o fim do século de entre 600 milhões de dólares até 1 bilhão de dólares (1,7 bilhão de reais) ou mais para as cinco áreas combinadas.

Um estudo mais abrangente de 2009, feito pelo Instituto Pacífico de Pesquisas Ambientais, concluiu que perto de 500.000 pessoas e 100 bilhões de dólares em propriedades ao longo da costa californiana corriam risco de sofrer grandes enchentes com o aumento dos níveis do mar neste século, a menos que novas salvaguardas fossem postas em prática.

O relatório também descobriu que grandes extensões da costa do Pacífico seriam perdidas para a erosão acelerada. Os pesquisadores sugeriam que o risco crescente de enchentes pode ser minimizado investindo cerca de 14 bilhões de dólares em um sistema de muros de contenção do mar, barragens e diques para reforçar parte dos 1.770 quilômetros de costa.

    Leia tudo sobre: mudanças climáticascalifórnia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG