Aquecimento global pode reduzir recursos hídricos no sudoeste dos EUA

Precipitações aumentarão no norte da Califórnia no inverno e na bacia que alimenta o rio Colorado, mas maior evaporação superará aumento pluviométrico

AFP |

AFP

Os recursos hídricos superficiais de regiões do sudoeste dos Estados Unidos, afetados pela pior seca no país em mais de meio século , poderão diminuir 10% nas próximas décadas devido ao aquecimento global, segundo um estudo publicado na Nature Climate Change. Os recursos hídricos superficiais abrangem cursos d'água e lagos.

Assista: Estados Unidos enfrentam a pior seca das últimas décadas

AP
Píer adentra terreno seco no Morse Reservoir, em Noblesville, EUA (julho/2012)


Segundo o estudo, as precipitações aumentarão no norte da Califórnia no inverno e na bacia que alimenta o rio Colorado. Mas o aumento da evaporação causada pelo aquecimento global superará este aumento pluviométrico.

Leia:  Seca se agrava nos EUA e Brasil vai se tornar maior produtor de soja do mundo

Estudo:  Ritmo de aquecimento da Antártida é duas vezes superior ao imaginado

O Texas sairá perdendo ainda mais, já que, segundo simulações dos cientistas americanos, as precipitações serão menores e a evaporação, maior.

Globalmente, no sudoeste dos Estados Unidos, os recursos superficiais poderiam diminuir 10% no período 2021-2040 com relação à segunda metade do século 20, informou à AFP um dos autores do estudo, Richard Seager, pesquisador da Universidade de Columbia, em Nova York.

Saiba mais: Entenda como ocorre o aquecimento global

"É um declive muito significativo, em vista da pressão sobre o rio Colorado" para tarefas agrícolas e domésticas, acrescentou. No verão passado, os Estados Unidos sofreram sua maior seca em 56 anos, segundo informou em julho a agência meteorológica americana. A seca provocou uma forte alta nos preços mundiais dos alimentos.

    Leia tudo sobre: aquecimento globaleuasecasudoeste

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG