Fóssil de mamute será apresentado em Hong Kong

Animal, que recebeu o nome de Lyuba, viveu há 42 mil anos na Sibéria

iG São Paulo |

AP
Lyuba, o fóssil de mamute mais bem preservado do mundo, será exposto em Hong Kong

O fóssil mais bem preservado de mamute será exposto em Hong Kong a partir do dia 12 de abril. O filhote de mamute morreu há 42 mil anos atrás. Um criador de renas encontrou o fóssil, que recebeu o nome de Lyuba, preservado no gelo permanente da Sibéria, em 2007.

Cientistas pretendem clonar clonar um mamute a partir de carcaça preservada de outro fóssil. Russos e sul-coreanos assinaram um acordo em março para uma pesquisa conjunta para recriar um mamute a partir de células-tronco. A ideia é usar uma técnicade extrair os núcleos das células congeladas, trocando os núcleos de óvulos de elefantas por núcleos de células de mamutes. O embrião elefante-mamute seria inserido no útero de uma elefanta e, assim, a espécie “ressuscitaria”.

Em fevereiro, pesquisadores russos conseguiram ressucitar uma flor já extinta a partir dos tecidos congelados por mais de 30 mil anos no gelo permanente da Sibéria, reafirmando que o tecido pode ser conservado no gelo por dezenas de milhares de anos, abrindo caminho para uma possível ressurreição de mamíferos da Era do Gelo.

Leia mais:
Cientistas russos e sul-coreanos querem recriar o mamute
Cientistas conseguem ressuscitar flor da Era do Gelo
Cientistas pretendem ressuscitar mamutes em cinco anos
Encontrados no Tibete fósseis de grandes mamíferos da Idade de Gelo
Após mentir sobre clonagem humana, sul-coreano clona coiotes
Bebê mamute é atração de museu francês

    Leia tudo sobre: mamuteera do gelo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG