Mulher foi assassinada e tinha marcas de agressão; em busca na casa da vítima, policiais encontraram corpo do marido

Michelli Nogueira Arrabal, de 31 anos, era casada
Facebook/Reprodução
Michelli Nogueira Arrabal, de 31 anos, era casada

O corpo da comissária de bordo Michelli Nogueira Arrabal, de 31 anos, foi encontrado na noite desta segunda-feira (9) dentro de uma mala às margens da represa Atibainha, em Nazaré Paulista, a 64 km de São Paulo.

Segundo a polícia, o corpo de Michelli tinha marcas de agressões na cabeça e boca. Ela trabalhava na companhia aérea Azul, era casada e morava em Sumaré, na região de Campinas, também no interior do Estado.

Após encontrarem o corpo em Nazaré Paulista, os policiais fizeram uma busca na casa onde ela morava em Sumaré e  encontraram o marido, Julio Arrabal, também morto.

Segundo a polícia, Arrabal estava preso às grades da escada com um cinto no pescoço. O caso foi registrado como suicídio. Além do corpo, os policiais acharam uma faca suja de sangue, restos de bebidas e drogas dentro da casa.

Os objetos foram encaminhados para perícia. 

Lembre outros crimes em família que chocaram o Brasil:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.