Mulher torturada e morta furtou R$ 27 mil ao invés de biscoitos, dizem suspeitos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O dinheiro, proveniente de furtos, roubos de motos e trapaças em máquinas de caça-níqueis, era de um suspeito de 21 anos

Reprodução/Facebook
A manicure Ane Kelly dos Santos, de 26 anos

Os três suspeitos por torturar e matar a manicure Ane Kelly Santos, de 26 anos, em Barueri, na Grande São Paulo, afirmaram em depoimento nesta segunda-feira (12), no Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que ao invés de biscoitos, a vítima havia furtado R$ 27 mil, dinheiro proveniente de furtos e roubos de motos, além de fraudes em máquinas caça-níqueis.

O dinheiro teria sido levado de um cofre do suspeito J.N.P, de 21 anos. Desconfiado, ele encontrou a mulher em uma padaria e ofereceu uma carona. Junto com V.L.O. (27) e R.F.S. (27), o suspeito levou a vítima até um barraco na favela do Açucará, que fica a aproximadamente três quilômetros e meio da casa da namorada de R.F.S.

De acordo com a polícia, a manicure teria assumido aos três suspeitos que tinha furtado o dinheiro e, a partir daí, foi torturada por eles. Depois, o trio levou a mulher a uma cova onde ela foi golpeada com uma enxada. Em seguida, a vítima foi enterrada.

Leia também:  ‘Queria ela aqui’, diz filha de morta por linchamento sobre Dia das Mães

Os suspeitos confessaram o crime e tiveram prisão de 30 dias decretada pela Justiça. As investigações prosseguem.

A polícia chegou à autoria do crime após receber uma denúncia com um vídeo que os criminosos fizeram durante o sequestro. Eles foram reconhecidos e presos.

Na internet, pessoas próximas a manicure divulgaram relatos sobre o sumiço de Ane, que teria ocorrido no dia 24 de abril, dia em que teria saído para comprar pão e não retornado.

Veja abaixo imagens de outros casos de agressões movidas por crimes:

Adolescente foi preso pelo pescoço por uma trava de bicicleta, no Rio, após ser suspeito de cometer um roubo. Foto: Reprodução internetA dona de casa morreu na manhã desta segunda-feira (5), depois de dois dias internada em UTI. Foto: Reprodução/YoutubeFabiane Maria de Jesus, de 31 anos, foi linchada em Guarujá após ser confundida com uma suposta sequestradora de crianças. Foto: Reprodução/YoutubeFabiane foi agredida no último sábado (3) por dezenas de pessoas e deixada inconsciente. Foto: Reprodução/YoutubeMulher é carregada por moradores após ser agredida em Guarujá. Foto: Reprodução/YoutubePolícia Militar foi acionada após moradores tentarem agredir adolescente que confessou ter matado a filha em São Paulo. Foto: Edison Temoteo/Futura PressÔnibus depredado em São Paulo. Motorista fugiu após atropelamento por medo de ser linchado. Foto: EDISON TEMOTEO/AE/AECarro de estudante que atropelou os colegas em universidade em São Paulo. Veículo foi destruído por alunos que queriam linchar atropelador após o acidente. Foto: Futura Press



Leia tudo sobre: biscoitostorturadamortaAne Kelly Santosbarueriigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas