Após São Paulo e outras capitais, Porto Alegre também tem Marcha das Vadias

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Manifestação em defesa da liberdade de expressão das mulheres ocorreu neste fim de semana. Veja imagens de Porto Alegre, São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte e Recife

A capital gaúcha deu prosseguimento, neste domingo (26), ao fim de semana de passeatas da Marcha das Vadias. As manifestantes se reuniram e protestaram no Parque Farroupilha, em Porto Alegre. No sábado, outras cidades como São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte e Recife já haviam sido palco dos protestos. Veja abaixo imagens dos protestos nessas cidades:

Marcha das Vadias reúne cerca de mil pessoas em SP e pede o 'fim do silêncio'
iG acompanhou a reunião de preparação para a manifestação em São Paulo

Neste domingo (26) foi dia de mulheres e homens protestarem no Parque Farroupilha, em Porto Alegre. Foto: Fernando Teixeira/Futura PressConcentração da Marcha da Vadias em Porto Alegre, neste domingo (26). Foto: Fernando Teixeira/Futura PressO fim de semana de manifestações começou no sábado (25), com passeata na avenida paulista, em São Paulo. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressO evento também ocorreu em outras cidades do País. Em Florianópolis, encontro foi em frente a um igreja evangélica. Foto: Futura PressProtesto durante a Marcha das Vadias em Florianópolis, em Santa Catarina. Foto: Futura PressMarcha das Vadias realizada na Praça do Derby, seguindo em direção a Praça do Diário, no centro de Recife, neste sábado. Foto: Widio Joffre/AImagem/Futura PressHomens também participaram do evento no Recife. Foto: Widio Joffre/AImagem/Futura PressAparecida Vieira durante a Marcha das Vadias no centro de Belo Horizonte (MG), neste sábado (25). Foto: Mariela Guimarães/O Tempo/Futura PressAs participantes Penincilina, Gardenia, Loreta e Bubu, do coletivo Calcinha Palhaça, durante a Marcha das Vadias, Belo Horizonte (MG). Foto: Mariela Guimarães/O Tempo/Futura PressPoliciamento fez a escolta das manifestantes na capital paulista, neste sábado. Foto: Futura PressAproximadamente mil pessoas participaram do evento na capital paulista. Foto: Futura PressJovens carregam cartazes durante a marcha, na capital paulista, neste sábado (25). Foto: Futura PressManifestação é marcado por frases pintadas nos corpos das manifestantes. Foto: Futura PressIntegrante da Marcha das Vadias com inscrição nas costa, em São Paulo, neste sábado. Foto: Futura PressJovem se prepara para a marcha, neste sábado, em São Paulo. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressEsse é o terceiro ano da marcha na capital paulista. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressJovens que participam da marcha protestam pelo direito de se vestirem do modo que quiserem. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressRapaz carrega cartaz de apoio às mulheres que participam da marcha. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressConcentração de mulheres na praça dos Ciclistas, na avenida Paulista, em São Paulo, neste sábado. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressMulheres lutam pelo direito de se manifestarem da forma que acharem melhor. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressJovens escrevem em cartazes que serão carregados durante a passeata em São Paulo. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressUm dos cartazes de protesto carregados durante o evento em São Paulo. Foto: J. Duran Machfee/Futura PressMarcha das Vadias fez muito barulho em São Paulo, neste sábado. Foto: Marília AlmeidaMirna Taino, de 33 anos, durante o protesto da Marcha das Vadias, em São Paulo. Foto: Marília AlmeidaMarcha das Vadias reúne mil pessoas em SP. Foto: Marília AlmeidaMarcha das Vadias reúne mil pessoas em SP. Foto: Marília AlmeidaManifestante pinta o corpo para reafirmar posse de sua feminilidade. Foto: Marília AlmeidaMulheres que têm mentalidade machista também foram atacadas. Foto: Marília AlmeidaMulher faz manifesto pela sua liberdade. Foto: Marília AlmeidaPasseata terminou no centro de São Paulo. Foto: Marília AlmeidaMarcha das Vadias reúne mil pessoas em SP. Foto: Marília AlmeidaEvento teve como modelo protesto realizado em Toronto, no Canadá, em 2011. Foto: Marília AlmeidaIsso não é um convite, declara esta, com as pernas de fora. Foto: Marília AlmeidaManifestantes usaram o corpo para mandar recado. Foto: Marília AlmeidaMenina segura cartaz que cita insegurança pública . Foto: Marília AlmeidaMulher negra adere à manifestação e lembra de passado de violação. Foto: Marília AlmeidaHomem se veste de mulher para apoiar manifestação. Foto: Marília AlmeidaPano escondendo o rosto remete à burca, símbolo de opressão feminino. Foto: Marília AlmeidaEdição incentiva mulheres a denunciar agressores. Foto: Marília AlmeidaLia Jupiter, 34 anos, circulou pela manifestação com um olho pintado de roxo. Foto: Marília NevesHomens também aderiram ao protesto contra a violência à mulher. Foto: Marília AlmeidaOutro homem levanta os braços para protestar contra a violência que atinge a mulher. Foto: Marília AlmeidaUma das organizadoras levou o megafone, um dos símbolos desta edição da Marcha.. Foto: Marília AlmeidaCada uma defende o seu ponto de vista quanto à conduta feminina. Foto: Marília Almeida
Leia tudo sobre: marcha das vadiassão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas