Em Friburgo, chuva em 24h é maior que a metade prevista para o mês

Município está em estado de alerta. De acordo com a Defesa Civil, cerca de 300 pessoas estão desalojadas

iG Rio de Janeiro |

O município de Nova Friburgo, na Região Serrana, está em estado de alerta devido à chuva que atinge a cidade desde a madrugada de domingo (1°). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi registrado o acumulado de 135,2 mm de precipitação até às 4h desta segunda-feira (2). Esse índice representa mais da metade da média de chuva prevista para o mês de janeiro, em pouco mais de 24 horas.

Chuva em Minas Gerais: Prédio de dois andares desaba e um morador morre em BH

O Globo
Nova Friburgo nesta segunda-feira, após chuvas constantes nos últimos dois dias
O córrego Dantas, na região de Vendas das Pedras, que atravessa parte da cidade, chegou a transbordar, mas o nível de água já voltou ao leito. Por causa da chuva, aproximadamente 300 pessoas precisaram deixar suas casas localizadas em áreas de risco. Metade delas foram para casas de amigos e parentes. A outra está abrigada em pontos de apoio espalhados pela cidade.

O município de Teresópolis está em estado de atenção, de acordo com a Defesa Civil, devido a chuva. Neste domingo (1°), uma árvore caiu e chegou a destruir uma casa. Não houve feridos.
Já em Petrópolis, segundo os bombeiros, não houve registro de ocorrências devido à chuva.

Em janeiro de 2011, a região serrana do Rio de Janeiro registrou a maior tragédia climática do País . Uma série de deslizamentos de terra e enchentes mataram mais de 900 pessoas e deixaram quase 400 desaparecidas.

Na époica, as cidades mais atingidas foram Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim e Areal.

Veja o antes e depois da tragédia de 2011 em Nova Friburgo

    Leia tudo sobre: região serranafriburgo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG