Tempestades em Minas Gerais matam duas pessoas nesta segunda

Vítimas foram soterradas após desabamentos provocados pelas chuvas. Desde outubro, quando o período chuvoso começou, 4 já morreram

iG São Paulo |

As chuvas em Minas Gerais fizeram mais uma vítima, chegando a 4 o número de mortos desde outubro de 2011, mês em que as chuvas começam a ser mais intensas no Estado.

Previsão do tempo: Chuva em BH deve continuar nos próximos dias

Serviço: Antes de sair de casa ou do trabalho, veja como está o trânsito em BH

Renato Cobucci/Hoje em Dia/AE
Prédio de dois andares desabou e provocou a morte de um homem na madrugada desta segunda-feira

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, Maria de Lourdes Rocha Machado, de 75 anos, morreu soterrada em sua casa na cidade de Visconde do Rio Branco, a 265 quilômetros da capital. Também nesta segunda-feira (02), um homem de aproximadamente 46 anos morreu soterrado após o desabamento de um prédio de dois andares na região Noroeste de Belo Horizonte.

Chuva no Rio: Em Friburgo, chuva em 24h é maior que a metade prevista para o mês

O prédio, que ficava no bairro Caiçara, foi erguido próximo a uma encosta, sobre palafitas, e estava com a estrutura comprometida. Homens da Polícia Militar acionados por moradores conseguiram retirar 11 pessoas do local, incluindo crianças, momentos antes do desabamento. A esposa do homem que morreu também foi soterrada, mas sobreviveu à tragédia. Internada com escoriações, ela não corre o risco de morrer.

Atingidos pelas chuvas

A chuva também fez estragos na cidade de Itabirito, a 55 quilômetros de Belo Horizonte. Uma inundação atingiu o município e famílias em áreas de risco estão sendo retiradas de suas casas. Elas são conduzidas a residências de amigos e parentes ou para um abrigo municipal provisoriamente montado.

Na Grande Belo Horizonte, em Santa Luzia, uma mulher e sua filha, de cinco anos, foram resgatadas sem ferimentos após o desabamento de um imóvel vizinho à sua casa.

Segundo informações da Polícia Militar, Rita Viera de Souza, de 74 anos, está desaparecida, após uma forte chuva ocorrida no dia 30 de dezembro de 2011 que causou a elevação do córrego dos Bambus no município de Santo Antônio do Rio Abaixo.

A vítima foi surpreendida por súbita elevação do nível d’água deste córrego, onde sua casa foi atingida e totalmente arrastada pelas forças da água. As buscas do Corpo de Bombeiros continuam. O prefeito informou que irá decretar situação de emergência em razão de danos e prejuízos sofridos.

Duas mulheres, de 29 e 47 anos, ficaram feridas após um barracão de dois andares ter desabado no neste domingo (01) no Morro do Papagaio, próximo ao bairro Santa Rita de Cássia, na região centro-sul de Belo Horizonte (MG)

Situação de emergência

Até agora, 44 municípios mineiros em situação de emergência em razão das chuvas que atingem o Estado , incluindo a capital.

A histórica cidade de Sabará, a 25 quilômetros de Belo Horizonte, sofre com inundações neste começo de 2012. Uma casa desabou e os bombeiros buscam por vítimas sob os escombros. A também histórica cidade de Ouro Preto, conhecido ponto turístico em Minas Gerais, também decretou situação de emergência após desabamento de casas com as chuvas, mas ninguém feriu-se de forma mais grave. Mesmo com a chuva, a cidade espera grande número de turistas, pois as áreas mais afetadas estão distantes do centro histórico.

Já em Esmeraldas, a 65 quilômetros da capital, três pessoas ficaram feridas levemente após a queda de um carro em uma ribanceira na BR-040. A 54 quilômetros da capital, a cidade de Brumadinho sofreu inundações nesta segunda e os bombeiros procuram pessoas ilhadas, com auxílio de um helicóptero. Já na cidade de Betim, na Grande Belo Horizonte, um telhado e paredes de um galpão, onde funcionava uma fábrica de pão de queijo, caíram. Não há vítimas.

Em Montes Claros, Norte de Minas, a 434 quilômetros de Belo Horizonte, bombeiros procuram o motorista de um gol, que se envolveu em um acidente no bairro Amazonas. Depois de perder o controle do carro, atropelar um ciclista e um pedestre, o veículo caiu em um rio. As buscas são difíceis por causa do grande volume de água do rio, informoram os Bombeiros.

Conforme balanço divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais, 102 cidades já foram afetadas pelas chuvas frequentes dos últimos meses. Minas possui 853 cidades. O total de desalojados no Estado ultrapassa o número de 9.300 e há mais de 400 pessoas desabrigadas. Mais de 2.400 casas e 71 pontes foram danificadas. Outras 84 casas e 75 pontes foram destruídas.

A previsão é de que a chuva continue e haja queda de temperatura, em decorrência da chegada de uma frente fria. Há possibilidade de temporais no Triângulo Mineiro e na região Sul do Estado, no período da tarde, até o próximo dia 4.

Leia também: Governo: Anastasia relaciona “mudança no regime das chuvas” a estragos

Tempestade em MG: Chuvas abrem buracos e derrubam árvores em Belo Horizonte

Destruição: Chuvas provocam alagamentos e estragos em Belo Horizonte

Problema com data marcada: "Eles serão menores, mas nós teremos prejuízo"

(Com reportagem de Denise Motta, iG Minas Gerais )

    Leia tudo sobre: chuvasdesabamentobelo horizonte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG