Cobertura da crise no Maranhão gera desconforto entre família Sarney e TV Globo

Por Wilson Lima , iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Roseana Sarney tem um terço das ações da empresa afiliada da emissora no Estado e, a aliados, afirma que está sofrendo perseguição

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), ficou extremamente desconfortável com as sucessivas reportagens sobre a crise prisional e sobre os indicadores sociais do Maranhão que têm sido veiculados pela Rede Globo. Roseana detém um terço das ações da TV Mirante, afiliada da Rede Globo no Estado. São sócios de Roseana na TV Mirante o empresário Fernando Sarney, seu irmão, e seu pai, o senador José Sarney (PMDB-AP).

Conheça a home do Último Segundo

A interlocutores, Roseana classifica-se como perseguida da grande mídia, inclusive pela Globo. Apesar disso, conforme o iG apurou, ela ficou surpresa com o fato da emissora ter destinado, por exemplo, cinco minutos da edição da última quarta-feira do Jornal Nacional apenas para falar sobre os problemas sociais do Maranhão. Aliados da governadora informaram que ela classificou como “exagero” a exposição que o Estado vem tendo nos últimos dias.

A carreira política de Sarney tem início em 1954, quando se candidata a deputado federal. Foto: Arquivo pessoalEle é o político que mais tempo está no poder na história do País. Foto: DivulgaçãoFoi deputado federal, governador, presidente e senador. Foto: PlanaltoAssumiu por quatro vezes o comando do Senado, ejá se elegeu pelo Maranhão e Amapá. Foto: Agência Senado Em 2009, enfrentou o escândalo dos atos secretos, mas se defendeu das acusações. Foto: Agência SenadoEm 1980, virou imortal ao assumir a cadeira de número 38 da ABL. Foto: José Cruz/ABr Sarney exerce como ninguém do PMDB governista o controle da máquina. Foto: Agência SenadoÉ o responsável direto ou indireto pelos principais cargos de cinco ministérios. Foto: Futura PressSarney, em um dos raros momentos de descontração, com os filhotes de labradores seu Bete e Nhá Dica. Foto: Ricardo Stuckert/Reprodução josesarney.orgEm 2013, senador foi internado com risco de infarto e recebeu a visita de Lula. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaUm dos responsáveis pelo fortalecimento de Sarney é o próprio Lula. Foto: Agência BrasilSarney na companhia de Dilma e dos ex-presidentes Lula, FHC e Collor . Foto: AP


Na reportagem de Tiago Eltz, o Jornal Nacional mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão cresceu 15,3% entre 2010 e 2011. Percentual cinco vezes maior que a média nacional no período: 2,7%. Mas também revelou que esses crescimento ainda não se refletiu nos indicadores sociais. O Maranhão ainda tem a pior expectativa de vida do Brasil e que 90% dos moradores não possuem acesso à rede de esgoto.

Mais:

Maranhão tem a pior infraestrutura de ensino do País

Maranhão entrega lista de transferência de 35 presos para presídios federais

Mas essa não foi a primeira vez que a governadora teve que enfrentar desconfortos por matérias veiculadas pela Rede Globo. No ano passado, a emissora citou problemas na saúde do Maranhão no programa “Profissão Repórter”, mostrando falhas do programa “Saúde é Vida”, que previa a construção de 62 hospitais e até agora não foi concluído.

Durante a crise no sistema prisional do Estado e das críticas pesadas contra o governo, alguns aliados de Roseana tentaram iniciar uma campanha de proteção ao Estado chamada “Eu Amo o Maranhão”. A ideia era tentar abafar as críticas por meio de um sentimento de orgulho ao Estado. Mas a campanha nas redes sociais não pegou e acabou sendo satirizada.

Mais sobre a crise no Maranhão:

Ministério Público tenta obrigar Maranhão a contratar agentes penitenciários

MP investiga denúncias de violência sexual contra parentes de presos

Crise no Maranhão eleva pressão por candidatura forte do PMDB

Da outra ponta, como estratégia de gerenciamento de crise, blogs ligados do governo do Estado também tem sido utilizados para tentar desviar o foco das críticas ao executivo e ao sistema carcerário maranhense. Desde o início da crise, esses blogs tem desclassificado as denúncias da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e reiterado o suposto caráter “político” da crise carcerária maranhense, apontando que algumas denúncias, como o vídeo de homens decapitados, vazaram por meio de pessoas ligadas ao presidente da Embratur, Flávio Dino, principal adversário da família nas eleições de 2014.

Leia tudo sobre: sarneytv globomaranhãopedrinhasmaislidas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas