Aeronave decolou de Santa Cruz e precisou fazer pouso na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro; trem de pouso foi danificado pela colisão

Avião da Força Aérea Brasileira (FAB) precisou gastar combustível antes de pousar no Galeão
Divulgação
Avião da Força Aérea Brasileira (FAB) precisou gastar combustível antes de pousar no Galeão

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) precisou fazer um pouso forçado na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, após colidir contra um pássaro ao decolar e ter o trem de pouso danificado. O incidente, ocorrido na noite do último sábado (24), não deixou feridos.

Leia também: Avião monomotor cai sobre creche e deixa um morto na Flórida

Segundo informações da FAB , a aeronave C-97, matrícula 2002, havia decolado da Base Aérea de Santa Cruz às 18:40, colidindo com o animal logo após. A entidade afirmou que a perna esquerda do trem de pouso foi principal do avião sofreu danos.

Um dos procedimentos de segurança nestas situações recomenda que a aeronave permaneça no ar por determinado tempo para gastar combustível.

Leia também: Explosão de caminhão tanque deixa vítimas fatais no Paquistão

Após essa parte do processo, o pouso do avião foi direcionado para o Galeão. Por lá, foi realizado o acionamento do plano de emergência do aeródromo.

A aeronave pousou às 21:21, de acordo com a FAB. O trem de pouso foi recolhido de maneira parcial e o avião parou sobre a grama. A Força Aérea ainda destacou que a tripulação, que passava por um treinamento, sem passageiros a bordo, não tiveram qualquer tipo de ferimento.

Leia também: Com prêmio de R$ 139 milhões, Caixa sorteia Quina de São João; veja

A FAB também informou que a pista em que aconteceu o pouso passou por uma vistoria, o que não causou nenhum impacto no tráfego aéreo. Os pousos e decolagens aconteceram normalmente na pista 10 da Base Aérea do Galeão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.