Al-Qaeda critica Irã por teorias conspiratórias sobre 11 de Setembro

Em artigo publicado na revista Inspire, membro da rede terrorista acusa Ahmadinejad de inveja pelos atentados realizados nos EUA

iG São Paulo |

Reuters
O presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, fez um discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York
A Al-Qaeda enviou nesta quarta-feira uma mensagem ao presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, pedindo a ele que pare com as teorias conspiratórias sobre o 11 de Setembro .

De acordo com o The New York Times, a última edição da revista do grupo terrorista em inglês, Inspire, atacou o líder iraniano pelas declarações de que o governo americano - e não a Al-Qaeda - teriam sido responsáveis pelos ataques realizados no 11 de Setembro (Veja cronologia dos atentados) .

Ahmadinejad vem dando essas declarações reiteradamente, inclusive em seu discurso na Assembleia Geral da ONU na semana passada , quando ele sugeriu que a morte de Osama bin Laden escondeu os reais autores dos atentados.

"O governo iraniano proferiu, por meio da língua de seu presidente Ahmadinejad, que não acredita que a Al-Qaeda estava por trás do 11 de Setembro, mas sim, o governo dos EUA", dizia o artigo publicado por Abu Suhail. "Então nós podemos perguntar: por que o Irã atribuiria essa ridícula crença que vai de encontro a toda a lógica e evidência?"

O artigo, intitulado "Irã e as Teorias Conspiratórias", conitnua, com sarcasmo, usando um apelido para os Estados Unidos adotado por líderes iranianos: "Se o Irã é genuíno em seu ressentimento para com os Estados Unidos, esse país deveria ficar contente em ver outra entidade dando um golpe no Grande Satã, mas não. Para o Irã, o sentimento anti-americano é apenas um jogo político."

O autor do texto acusa o Irã, país de maioria xiita, de faltar com o apoio ao grupo terrorista sunita por conta das divergências religiosas de ambos os lados e por inveja: "Para eles, a Al-Qaeda é um competidor pelos corações e mentes dos muçulmanos que não possuem direitos civis pelo mundo. Al-Qaeda, uma organização sob a guerra, sem Estado, foi bem sucedida, diferente do Irã. Por isso, era necessário para os iranianos desacreditar o 11 de Setembro e qual a melhor maneira para fazer isso? Teorias da conspiração."

A edição da revista Inspire é dedicada à comemoração pelos dez anos dos ataques ao 11 de Setembro sob o título: "A maior operação especial de todos os tempos". Na revista, há um outro artigo supostamente escrito por Bin Laden antes de sua morte, no qual ele pede aos leitores "não deixarem a América e suas tropas parecerem fortes e grandes por seus olhos".

    Leia tudo sobre: irãahmadinejadal-qaeda11 de setembro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG