Lucia França, mulher de Márcio França (PSB), será candidata a vice na chapa do petista
Montagem iG / Imagens: Rovena Rosa/Agência Brasil; Governo do Estado de São Paulo; Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil
Lucia França, mulher de Márcio França (PSB), será candidata a vice na chapa do petista

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Fernando Haddad, cedeu à pressão do PSB e escolheu a ex-primeira dama do estado Lúcia França, mulher do ex-governador Márcio França, como candidata a vice em sua chapa. O petista tinha preferência pela médica Marianne Pinotti (PSB) ou pela deputada estadual e cantora Leci Brandão (PCdoB). A escolha aconteceu no último dia do prazo definido pela Justiça Eleitoral para indicação dos candidatos.

França e seus aliados argumentaram que, além de terem aberto mão da candidatura a governador, já haviam concordado em entregar a primeira suplência do Senado para o PSOL e, por isso, teriam a prerrogativa de indicar da vice. O plano inicial do PSB era que a suplência ficasse com o empresário José Seripieri Junior, ex-dono da Qualicorp, que se filiou recentemente ao partido.

O PSOL, porém, vinha mostrando insatisfação por não ter espaço na chapa e ameaça lançar um candidato próprio ao Senado. Haddad costurou então que o presidente nacional do partido, Juliano Medeiros, ficasse com a suplência de França.

Com o impasse resolvido, Haddad fez então um convite para que Marina Silva (Rede Sustentabilidade) fosse a vice. Ela recusou com argumento de que deseja ser eleita deputada federal para voltar ao Congresso e lutar contra os retrocessos na área ambiental promovidos pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Com a negativa de Marina, o PSB passou a pleitear o posto de vice. Haddad cogitava Marianne Pinotti, que foi secretária da Pessoa com Deficiência na sua gestão na prefeitura. Leci passou a ser cogitada por atender requisitos que Marina também tinha: ser mulher e negra.


França, porém, queria a sua mulher como vice. Na quinta-feira, o candidato a governador do PT disse a aliados do PT paulista que não escolheria Lúcia França. Nesta sexta-feira, porém, acabou cedendo.

Haddad fez o anúncio pelo Twitter e elogiou a mulher do candidato ao Senado de sua chapa. "Depois de muitas tratativas com os seis partidos aliados em busca de uma mulher para compor a nossa chapa ao governo do Estado, pedi ao PSB que indicasse o nome. A indicação me chegou e não poderia me dar maior satisfação: a educadora Lúcia França será a nossa vice", escreveu.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários