Jair Bolsonaro acredita que não exista rejeição do eleitorado femino, como apontam as pesquisas eleitorais
Divulgação
Jair Bolsonaro acredita que não exista rejeição do eleitorado femino, como apontam as pesquisas eleitorais

Enfrentando uma alta rejeição no eleitorado feminino, o  presidente Jair Bolsonaro colocou os números em dúvida nesta quarta-feira e afirmou que as mulheres procuram um presidente, e não um "casamento".

De acordo com a última pesquisa do Datafolha, realizada no fim de junho, 61% das mulheres dizem que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum. O presidente, contudo, disse que não saber se os números são verdadeiros.

"Pessoal fala que eu tenho uma rejeição de mulher. Não sei se é verdade ou não. Acho que a eleitora não está procurando um casamento, está procurando um presidente", afirmou Bolsonaro, rindo, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.

A declaração ocorreu após o presidente comentar o caso do médico que foi preso no Rio de Janeiro por estuprar uma mulher durante uma sala de parto. Bolsonaro disse que defendeu penas maiores para quem cometer esse crime e criticou parlamentares de esquerda por serem contrários.

"Nós tentamos botar como crime hediondo, para menores de idade, essa questão do estupro. A esquerda toda foi contra na Câmara aqui".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários