Presidente Jair Bolsonaro (PL)
Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro (PL)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse ontem à noite (23), em seu Twitter, que vai abrir processo de investigação sobre possíveis abusos cometidos por pessoas envolvidas na realização do aborto autorizado pela justiça de uma menina de 11 anos de idade, que foi vítima de estupro e engravidou. 

"Solicitei ao MJ e ao MMFDH que apurem os abusos cometidos pelos envolvidos nesse processo que causou a morte de um bebê saudável com 7 meses de gestação, da violação do sigilo de justiça e do total desprezo pelas leis e princípios éticos, à exposição de uma menina de 11 anos", disse em publicação Jair Bolsonaro. 

Bolsonaro faz post contra aborto legal de menina de 11 anos realizado após meses de intervenção da justiça de Santa Catarina
Reprodução redes sociais: 24.06.2022
Bolsonaro faz post contra aborto legal de menina de 11 anos realizado após meses de intervenção da justiça de Santa Catarina

O caso ganhou os holofotes da imprensa nacional pois a mãe da criança, teria sofrido abuso moral durante audiência judicial. Ela recebeu negativa durante um mês de tentativas na justiça para ter garantido o direito da vítimarealizar aborto legal. Uma gravação publicada esta semana pelo portal The Intercept mostrou que a juíza Joana Ribeiro Zimmer , então na comarca de Tijucas (SC) , e a promotora Mirela Dutra Alberton , tentaram impedir que a garota retirasse o feto, mesmo considerada vítima de estupro por conta de sua idade. Após a saída das magistradas no caso, finalmente a vítima conseguiu realizar o procedimento.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários