Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública
Rafael Cautella/Lide Ribeirão Preto
Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública

O ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) afirmou ter sido surpreendido com a  decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), que rejeitou nesta terça-feira (7) a transferência do domicílio eleitoral do jurista.

Em sua conta oficial do Twitter, Moro ressaltou que as pessoas que se orgulham dos resultados da Lava Jato demonstram apoio a ele nas ruas. O Ex-ministro da Justiça também afirmou que não vai desistir do Brasil.

"Recebi surpreso a decisão do TRE de São Paulo na ação proposta pelo PT. Nas ruas, sinto o apoio de gente que, como eu, orgulha-se do resultado da Lava Jato e não desistiu de lutar pelo Brasil. Anunciarei em breve meus próximos passos. Mas é certo que não desistirei do Brasil", publicou Moro.

Com a decisão do TRE, por quatro votos a dois, o ex-juiz não poderá ser candidato ao Senado Federal, ou qualquer outro cargo nas eleições deste ano pelo estado, como pretendia.

Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo informou a colunista Vera Magalhães, no União Brasil, a expectativa era mesmo de que o resultado fosse negativo para Moro.

A decisão do TRE-SP se deu em julgamento do recurso do diretório municipal do PT contra a decisão da 5ª Zona Eleitoral, que aprovou o pedido de transferência de domicílio eleitoral do ex-juiz Sergio Moro de Curitiba (PR) para a cidade de São Paulo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários