Vice-presidente, Hamilton Mourão
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Vice-presidente, Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quarta-feira que o governo deve manter a "calma" na relação com outros Poderes, para evitar "evitar que coisas pequenas se transformem em um tsunami". Mourão fez a declaração ao comentar embates recentes com o Supremo Tribunal Federal (STF).

"Temos que manter a calma. Vamos evitar que coisas pequenas se transformem em um tsunami" disse o vice-presidente, ao chegar no Palácio do Planalto.

Questionado sobre o que seria o "tsunami", Mourão respondeu:

"Tsunami é continuar esse bate-boca, mensagem para lá, mensagem para cá. Isso não é bom para o país. Vamos manter a tranquilidade, que é o que todo mundo deseja."

O vice-presidente foi perguntado inicialmente sobre o indulto concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo STF. Ele respondeu citando sua experiência no Exército como oficial de artilharia.

Leia Também

"O artilheiro se destaca pela calma incrível diante ante o perigo cheio de inquietude. A gente tem que ter calma nessa hora. Só isso."

Questionado sobre se o governo estaria "calmo", ele disse que sim:

"Sim. O governo está calmo. Tudo tranquilo. Cada um cumprindo o que tem que fazer. Nessa questão, o presidente agiu dentro daquilo que a Constituição lhe dá a discricionariedade para realizar. "

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários