Arthur e Abraham Weintraub foram criticados pelo filho do presidente
Reprodução/Youtube
Arthur e Abraham Weintraub foram criticados pelo filho do presidente

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), ofendeu o ex-assessor da Presidência Arthur Weintraub e o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, nesta sexta-feira, depois que os irmãos criticaram o indulto a Daniel Silveira, parlamentar condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de prisão.

"A gente tá (na) guerra e o cara me falando em precedente, como se nunca um corrupto tivesse recebido indulto e agora o instrumento tenha sido utilizado para seu fim: soltar um inocente. E quem fala são os irmãos que saíram do país para se livrar desta perseguição. São uns filhos de uma puta! Desculpa, mas não há outra palavra", escreveu o deputado de São Paulo em sua conta no Twitter.

A publicação com ofensas aos ex-aliados do presidente foi feita em resposta a uma fala de Arthur Weintraub que mencionava a criação de "precedentes" a partir do indulto dado a Silveira.

"Os precedentes que estão sendo criados são péssimos. Depois você vai querer comparar o que aconteceu com o Daniel com um cara lá na frente que tiver (condenação por) corrupção, lavagem de dinheiro, falar 'não, isso aqui também, já tem o precedente'. É impressionante, nunca pensei que ia ver uma coisa dessas", disse o ex-assessor em transmissão compartilhada por Eduardo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários