O deputado federal André Janones, candidato à presidência pelo Avante
Divulgação
O deputado federal André Janones, candidato à presidência pelo Avante

O Deputado Federal André Janones, candidato à Presidência pelo partido Avante, comentou nesta sexta-feira (8) a notícia do Governo Federal, de que o Ministério da Defesa aprovou um gasto de R$ 56 milhões na compra de filé, salmão e picanha para as forças armadas. Segundo o parlamentar, a notícia comprova que não falta dinheiro para os mais pobres, mas sim que se elejam prioridades.

"É um absurdo o que acontece no Brasil! Como candidato à Presidência tenho que responder diariamente de onde vou tirar dinheiro para pagar um auxílio digno para o nosso povo. Porém ninguém pergunta de onde saem esses R$ 56 milhões gastos na farra do salmão, filé e picanha para as Forças Armadas. Ninguém pergunta de onde tirar dinheiro pra continuar enriquecimento cada vez mais os banqueiros, pra pagar juros da dívida pública e tantos outros gastos que não são prioritários."

O menu de iguarias de novos processos de compra realizados para abastecer as Forças Armadas no último ano incluem itens como picanha, salmão e filé mignon. De janeiro de 2021 a fevereiro de 2022, sob a gestão do ex-ministro da Defesa Braga Netto, que deve ser o vice de Bolsonaro na eleição, foram identificados processos no valor total de R$ 25,3 milhões para adquirir 557,8 mil quilos só de filé mignon destinados aos comandos da Marinha, do Exército e da Aeronautica, além da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL).

O cardápio também inclui 373,2 mil quilos de picanha no valor total de R$ 18,7 milhões e 254 mil quilos de salmão somando R$ 12,2 milhões. Esses montantes se referem a processos de compra, feitos mediante pregão ou dispensa de licitação, que foram aprovados e vão sendo adquiridos pelas Forças Armadas, gradativamente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários