Ministro da Infraestrutura é grande aposta do presidente para eleição em São Paulo
Alan Santos/ PR
Ministro da Infraestrutura é grande aposta do presidente para eleição em São Paulo

Pelo menos oito ministros do governo Jair Bolsonaro (PL) vão deixar seus postos no Executivo para concorrer às eleições de outubro. O número foi atualizado pelo mandatário durante sua tradicional live de quinta-feira (10) nas redes sociais.


"Em Pernambuco, Gilson [Machado, ministro do Turismo] vem pro Senado; em São Paulo, Tarcisio [de Freitas, ministro da Infraestrutura] é o governo; Rio Grande do Norte, Rogério Marinho [ministro do Desenvolvimento Regional] - Senado; Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni [ministro do Trabalho e Previdência] - governador; Tereza Cristina [ministra da Agricultura] em Mato Grosso do Sul - Senado; no Distrito Federal, Flávia Arruda [ministra da Secretaria de Governo] - Senado; na Bahia, João Roma [ministro da Cidadania] - governador", listou Bolsonaro.


Em seguida, ele afirmou que Marcos Pontes, ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, vai ser candidato a deputado federal por São Paulo, e indicou que a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pode ser candidata pelo estado do Amapá. Todos eles têm até 2 de abril para se desincompatibilizar dos cargos no Executivo, mas Bolsonaro adiantou que eles devem se exonerar até o próximo dia 31.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

** Ailma Teixeira é repórter nas editorias Último Segundo e Saúde, com foco na cobertura de política e cidades. Trabalha de Salvador, na Bahia, cidade onde nasceu e se formou em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), em 2016. Em outras redações, já foi repórter de cultura e entretenimento. Atualmente, também participa do “Podmiga”, podcast sobre reality show, e pesquisa sobre podcasts jornalísticos no PósCom/Ufba.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários