Durante a pandemia do coronavírus, Jair Bolsonaro e João Dória encerraram a aliança e se tornaram opositores
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Durante a pandemia do coronavírus, Jair Bolsonaro e João Dória encerraram a aliança e se tornaram opositores

O Ipespe divulgou, nesta sexta-feira (26), a Pesquisa XP/Ipespe, que busca levantar dados sobre a percepção popular acerca do cenário político atual e suas possíveis mudanças, nas eleições de 2022.

Ela mostra que o tucano João Doria abriu sete pontos de vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro na simulação para o segundo turno da corrida eleitoral de 2022. O governador de São Paulo chegou a 42 pontos, contra 35 de Bolsonaro.

Num hipotético segundo turno, João Dória estaria na frente de Jair Bolsonaro
Ipespe
Num hipotético segundo turno, João Dória estaria na frente de Jair Bolsonaro

Em abril, João Doria tinha 30% e desde então começou a subir. Ultrapassou o presidente em agosto, quando chegou a 37 pontos. Já Bolsonaro só vem despencando. Em maio teve 40 pontos e agora aparece com 35%.

Segundo a pesquisa da Ipespe, o único cenário que não demonstra uma ameaça grande à reeleição de Jair Bolsonaro é contra Eduardo Leite. O desempenho do governador gaúcho foi muito mais tímido se comparado aos demais: empate com Bolsonaro, com 35% para cada.

Leia Também

A pesquisa, aliás, não foi nada positiva para Leite neste momento de prévias tucanas. Ele tinha 37% na pesquisa anterior, publicada em outubro. Já o presidente conseguiu se recuperar, saindo de 33% em setembro, 34% em outubro e agora aparece com 35%, empatado com Leite.

Além dos índices de comparação entre candidatos, o relatório mostrou também que 56% dos entrevistados querem que o próximo chefe do Poder Executivo mude totalmente a forma como o Brasil está sendo administrado, enquanto 11% desejam a continuidade do modelo atual de governo.

A Pesquisa XP/Ipespe foi realizada de 22 a 24 de novembro e ouviu 1 mil entrevistados. A margem de erro é de 3,2% para mais ou para menos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários