Alessandro Vieira
Divulgação/Agência Senado/Pedro França
Alessandro Vieira


O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou um requerimento para convocar Jair Renan, filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, à CPI da Covid no Senado.

De acordo com o parlamentar, o objetivo é colher um depoimento de Jair Renan sobre seus vínculos com o lobista Marconny Faria, bem como em relação às supostas ameaças a parlamentares (leia mais abaixo).

"Apresentei requerimento para convocar o senhor Jair Renan, para que ele possa dar pessoalmente um alô para a CPI e preste esclarecimentos sobre seus vínculos com o lobista Marconny Faria e supostas ameaças a parlamentares. A lei vale para todos", disse o senador.


Jair Renan e Marconny Faria

A empresa Bolsonaro Jr. Eventos e Mídia, de propriedade de Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, foi aberta com o auxílio do lobista Marconny Albernaz de Faria .  

Marconny é apontado pela CPI da Covid como um dos intermediários da Precisa Medicamentos, empresa investigada pela Comissão Parlamentar de Inquérito por suspeita de irregularidades no contrato de aquisição da vacina indiana Covaxin. O acordo entre o governo federal e o laboratório responsável pela produção do imunizante, inclusive, já foi suspenso. 





"Alô CPI"

Antes da convocação, Jair Renan postou, nos seus stories do Instagram, uma visita a uma loja de armas, com a seguinte mensagem: "Alô CPI kkkk". 

Jair Renan mostra visita em loja de armas
Reprodução/Instagram
Jair Renan mostra visita em loja de armas



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários