Fabrício Queiroz, Otoni de Paul e Chagas Bola
Reprodução/Instagram
Fabrício Queiroz, Otoni de Paul e Chagas Bola

O sargento da PM Luiz Carlos Chagas de Souza Júnior, aliado do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, ganhou um cargo público na gestão do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

Suplente de deputado federal e de vereador pelo PSL, Chagas agora ocupa o posto de coordenador na Secretaria de Governo, na região que engloba os bairros da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá (zona oeste carioca), suas principais bases eleitorais.

Chagas Bola, como é conhecido, teria sido indicado ao cargo em dezembro de 2020, logo após as eleições.

Ao UOL , a Secretaria de Governo informou que ele trabalha "recebendo demandas da população e buscando soluções junto aos órgãos públicos do estado e município". A pasta negou que ele tenha sido indicado pelo filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e afirmou que ele foi escolhido por "questões técnicas".

O sargento foi avistado nas manifestações do último dia 7 pró-governo Bolsonaro ao lado de Queiroz, no Rio de Janeiro, e com o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) . Na ocasião, Chagas discursou em um dos carros de som a favor do presidente.

Em junho do ano passado, a polícia encontrou um cartão de visitas do sargento na carteira de Queiroz — investigado sob acusação de operar o esquema criminoso de 'rachadinhas' para Flávio Bolsonaro . À época, Chagas justificou dizendo ser amigo de Queiroz e afirmou que não tinha prestado qualquer serviço a ele.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários