Luana Araújo presta depoimento à CPI da Covid-19
reprodução/tv senado
Luana Araújo presta depoimento à CPI da Covid-19


Luana Araújo afirmou à Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19 , que não foi comunicada do porque sua nomeação como chefe da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 não sairia. 

Ao ser questionada pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), se a opinião contrária ao tratamento precoce foi causadora da sua não nomeação, a infectologista disse não saber responder. “Não foi me dado nenhum tipo de justificativa, mas entendi que a coisa estava se arrastando e que não iria acontecer”.

A médica ressaltou que assim como o convite, a dispensa também foi comunicada por Marcelo Queiroga. Segundo Luana, Queiroga dizia lamentar, mas que seu nome não seria aprovado pelo Palácio do Planalto.

"Ele me disse que lamentava, mas que meu nome não iria passar pela Casa Civil", afirmou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários