Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, em depoimento na CPI da Covid
Divulgação/Agência Senado/Edilson Rodrigues
Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, em depoimento na CPI da Covid


Ao ser indagado sobre consequências de declarações anti-China , por parte de membros do governo federal, Dimas Covas afirmou que a postura dificultou a importação de insumos para fabricação de imunizantes .

"Cada declaração que ocorre aqui no Brasil repercute na imprensa da China. Isso se reflete nas dificuldades burocráticas, que eram resolvidas em 15 dias, agora demoram mais de um mês. Nós, que estamos na ponta, sentimos isso. Nós sentimos e a Fiocruz também sentiu", diz Covas.


Covas declarou que teve uma reunião com o embaixador da China no Brasil, acompanhados de ministros brasileiros, como o ministro da Sáude, Marcelo Queiroga e chanceler Carlos França. Nesta ocasião, o embaixador teria ressaltado que as falas de autoridades do governo , como Bolsonaro e seus filhos, afetaram a relação e a entrega de insumos.

"O embaixador deixou claro que posições que são antagônicas causam inconformismo do lado chinês" declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários