Presidente da República, Jair Bolsonaro
O Antagonista
Presidente da República, Jair Bolsonaro

Nesta quinta-feira (20), o presidente da República, Jair Bolsonaro , irá até o Maranhão para participar de uma inauguração de uma ponte sobre o Rio Parnaíba, região entre os municípios de Santa Filomena (PI) e Alto Parnaíba (MA). As informações foram apuradas pelo Metrópoles.

Com as obras iniciadas em 2019, no início do governo Bolsonaro, a ponte tem o intuito de ligar as cidades do Alto Parnaíba e Santa Filomena para ajudar moradores das duas cidades, que são produtoras de milho e soja, e com isso, o serviço de balsas para a travessia do rio seriam desativadas.

Assim como na semana anterior quando visitou Alagoas, Bolsonaro não deve ser recebido pelo governador do estado, que no caso, seria Flávio Dino (PCdoB), que integra a oposição do atual governo. Presidente deve ficar no Maranhão até a manhã de sexta-feira (21), quando participará de um evento de entrega de títulos de propriedade rural em Açailândia. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, acompanha o presidente nesta visita.

Esta é a terceira vez em que Bolsonaro viaja para o Maranhão desde o início de seu governo, sendo a segunda visita em 2021. Em outubro de 2020, o presidente esteve na capital São Luís e em Imperatriz e na ocasião, Bolsonaro diferiu um comentário homofóbico ao ingerir o Guaraná Jesus, que possui cor de rosa.

“Agora virei boiola igual a maranhense, é isso?”, disse o presidente na época, aos risos. “Olha, o guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, ó! Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense, hein? Guaraná cor-de-rosa do Maranhão… Que boiolagem isso aqui”, declarou.

Fala do presidente gerou repercussões negativas e fez com que o governador Flávio Dino ameaçasse processar o presidente. Dias depois, Bolsonaro se desculpou durante uma transmissão ao vivo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários