ACM Neto, predidente do Democratas
Agência Brasil
ACM Neto, predidente do Democratas

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, descartou nesta terça-feira (18) um eventual apoio à candidatura de João Doria para a presidência da República em 2022. A revelação foi dada em entrevista ao UOL .

Uma das justificativas de ACM Neto é a troca do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, do Democratas para o PSDB. “É uma coisa absolutamente inviável imaginar que o Rodrigo Garcia, para ser candidato a governador de São Paulo, só poderia ser pelo PSDB. Na prática o recado que João Doria dá é esse”, queixou-se ACM.

O político justificou ainda que Doria ainda não está confirmado pelo PSDB como candidato à presidência. Ele afirmou que pode firmar aliança com outros quadros do partido tucano, como o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul.

ACM também disse que não descarta apoiar Ciro Gomes (PDT) e negou interesse na Presidência ou vice-presidência. “Meu foco é construir na hora certa uma candidatura ao governo do Estado da Bahia”, afirmou. Também descartou possibilidade de concorrer em chapa com o presidente Bolsonaro: “Não serei vice de Bolsonaro nem de ninguém."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários