Senador Omar Aziz (PSD-AM)
Jefferson Rudy/Agência Senado
Senador Omar Aziz (PSD-AM)

 O presidente da CPI da Covid , senador Omar Aziz (PSD-AM) declarou nesta segunda-feira (17) que “não vê razão” para convocar o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) para prestar depoimento na Comissão parlamentar.

Na última quinta-feira (13), o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi citado pelo chefe da Pfizer na América Latina, Carlos Murilo, que em depoimento na CPI revelou que Carlos participou de uma reunião com membros da farmacêutica para discutir a compra de vacinas.

"Foi perguntado para o Fábio (Wajngarten) e o Fábio omitiu a presença do Carlos (na reunião). Mas o depoimento do Carlos Murilo não compromete o Carlos Bolsonaro. Temos que ter muito cuidado para não politizar. Eu até agora não vi razão para que o vereador Carlos Bolsonaro fosse convocado. Se eu fosse filho, também tentaria ajuda meu pai, mas sem dar ordem para ministro", declarou Aziz em entrevista à CNN.

Na próxima terça (18), as oitivas serão retomadas no Senado, com o depoimento do ex-chanceler Ernesto Araújo . No dia seguinte, quarta (19), haverá a presença mais aguardada da CPI, Eduardo Pazuello , ex-ministro da Saúde, que há cerca de duas semanas alegou contato com pessoas infectadas com Covid-19 para não ter que prestar depoimento presencial na Comissão.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários