Ex-ministro da Saúde Nelson Teich em depoimento para a CPI da Covid
Jefferson Rudy/Agência Senado
Ex-ministro da Saúde Nelson Teich em depoimento para a CPI da Covid

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou em depoimento à CPI da Covid , na manhã desta quarta-feira (5), que era contra a distribuição de cloroquina . Teich disse ainda que se tivesse sabido "não deixaria". Na semana passada, o governo federal orientou e distribuiu o chamado "kit Covid" a esses povos na Amazônia.

"Se tivesse sabido não deixaria fazer", disse Teich sobre distribuição de cloroquina nas aldeias indígenas.

Teich afirmou que a sua posição era contra a distribuição de cloroquina em aldeias indígenas. Ele disse que, enquanto ministro, não teve conhecimento da iniciativa e, se tivesse, não teria permitido.

"Minha orientação era contrária", disse ao senador Renan Calheiros (MDB-AL). "Claro que sempre é possível acontecer alguma coisa, é uma máquina grande, mas não era do meu conhecimento e se tivesse sabido não deixaria fazer."

A CPI da Covid no Senado vai receber de representantes indígenas uma lista de pelos menos 15 tópicos a serem apurados pela comissão que vai investigar as ações e possíveis omissões do governo federal durante a crise sanitária nas aldeias.

Entre as denúncias está uma orientação do próprio Ministério da Saúde para o uso de ivermectina e cloroquina em índios do Amazonas que apresentem sintomas da doença. O tratamento do chamado "kit Covid" é questionado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e cientistas, uma vez que não existe nenhuma comprovação da eficácia dos medicamentos contra o coronavírus.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários