Governador de São Paulo, João Dória Jr (PSDB)
Agência Brasil
Governador de São Paulo, João Dória Jr (PSDB)

Nesta quinta-feira (29), João Doria (PSDB), governador de São Paulo, se manifestou sobre o fato do Ministério da Saúde ter “encontrado" mais de 100 mil doses da Coronavac no estoque, justo no momento em que escassez da vacina contra o novo coronavírus. Segundo Doria, situação é vergonhosa e inacreditável. As informações foram apuradas pelo Metrópoles.

“O povo precisando de vacinas e o governo federal esquece vacinas em depósito”, declarou o governador. Cerca de 13 cidades interromperam a aplicação da segunda dose do imunizante por falta da vacina.

Segundo o ministério, é normal que algumas doses da vacina fiquem no estoque para que aconteça um controle de qualidade e tal parte, é distribuída aos poucos, ao longo da semana. No momento, como conta a pasta, com a falta de imunizastes ressaltada em diversos estados, estoque quantitativo será enviado para as regiões do Brasil que acusaram a falta de doses. 

Foi na quarta-feira (28), que o Ministério da Saúde divulgou sobre o estoque de doses e disse que nesta quinta-feira (29), iniciaria distribuição. As 100 mil doses estão direcionadas aos estados de maneira proporcional, da mesma forma que as doses estavam sendo enviadas desde o início de 2021.

O Instituto Butantan enviou a sua última remessa da vacina Coronavac para o Ministério da Saúde no dia 19 de abril, com cerca de 700 mil doses. Envio será retomada na sexta-feira (30), e ao todo, 600 mil doses serão entregues.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários