Presidente da República, Jair Bolsonaro
Divulgação
Presidente da República, Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta segunda-feira (19), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , seu possível adversário nas eleições de 2022, dizendo que quem votar nele "merece sofrer". Nem Bolsonaro nem Lula confirmaram publicamente que irão concorrer no ano que vem, mas os dois — que lideram as pesquisas de intenção de voto — já articulam suas candidaturas nos bastidores.

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, Bolsonaro comentou o julgamento da semana passada em que o Supremo Tribunal Federal ( STF ) decidiu, por oito votos a três, anular as condenações impostas a Lula no âmbito da Operação Lava-Jato . A decisão devolveu a elegibilidade ao petista.

"Foi 8 a 3 o placar lá. Você interprete como quiser. Agora, pelo amor de Deus, o povo que por ventura vote em um cara desses, é um povo que merece sofrer", disse o presidente.

Bolsonaro também afirmou que espera definir um novo partido até o fim deste mês — antes, o presidente havia colocado março como prazo final para definir sua nova sigla. Ele também confirmou que é "muito pequena" a chance de conseguir criar o Aliança pelo Brasil.

"Aliança? Quase...Muito pequena a chance de sair. Já estou atrasado, já, não tenho outro partido, espero que esse mês eu resolva — disse, acrescentando depois: — Abril está bom. O duro foi quando eu me candidatei que eu acertei fevereiro, março, em cima da hora".

Após Lula recuperar a elegibilidade, aliados passaram a defender que Bolsonaro retorne ao PSL, partido pelo qual foi eleito presidente, mas de onde saiu em 2019 após uma disputa pelo comando da legenda. O presidente também conversa com Patriota e PMB, entre outras siglas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários