Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa
Carolina Antunes/PR
Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa

O ministro da Defesa , Fernando Azevedo e Silva , deixou nesta segunda-feira (29) do comando da pasta. A saída ocorre no mesmo dia em que Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, também pediu demissão .

Por meio de nota divulgada à imprensa, Azevedo e Silva disse que "saiu na certeza de missão cumprida" e que "trabalhou e manteve as forças armadas como instituições de Estado".

Veja a nota a seguir:

No documento, não fica claro se foi o militar que pediu demissão ou se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que o demitiu.

De acordo com apuração da CNN Brasil , no entanto, pessoas próximas ao presidente afirmam que foi ele quem pediu o cargo para entregá-lo a alguém de sua confiança. Bolsonaro pretende indicar outro militar para o chefiar o Ministério da Defesa.

Segundo a GloboNews , Azevedo vinha sendo pressionado a demonstrar maior alinhamento ao Palácio do Planalto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários