Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro
Marcos Corrêa/PR
Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro

Os advogados que representam o ex-presidente Lula (PT) enviaram nesta terça-feira (9), um ofício ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, pedindo o reconhecimento da suspeição de Sergio Moro.

No documento, é solicitado que o Supremo julgue ação que define se o ex-juiz da Operação Lava Jato agiu com parcialidade. No início da tarde, Fachin pediu o adiamento do julgamento no Plenário do Supremo.

 "O Relator não pode alterar sozinho o órgão julgador – Turma ou Plenário – após já iniciado o julgamento pelo colegiado”, argumenta a defesa do petista.


A 2ª turma do STF se reúne em sessão nesta terça (9), e entre as pautas incluídas pelo ministro Gilmar Mendes, está a análise do recurso sobre a suspeição de Moro.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários