crivella
Reprodução/Instagram
Marcelo Crivella, Rio de Janeiro


O Republicanos , partido de Marcelo Crivela e de dois filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), se posicionou sobre a prisão do prefeito do Rio de Janeiro , na manhã desta terça-feira (22), em uma operação da Polícia Civil do estado. A sigla divulgou uma nota em que defende a "idoneidade" de Crivella, com críticas à ação conduzida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, que foi chamada de " judicialização da política ".

O Republicanos é presidido pelo deputado federal Marcos Pereira, que desisitiu na última semana de concorrer à Presidência da Câmara dos Deputados para apoiar o candidato do presidente Jair Bolsonaro na eleição, o Arthur Lira (PP-AL).

"A Executiva Nacional do Republicanos aguarda detalhes e os desdobramentos da prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. O partido acredita na idoneidade de Crivella e vê com grande preocupação a judicialização da política", diz a nota emitida pelo partido.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) impediu Crivella de executar funções públicas, logo após a prisão no âmbito da Operação Hades, deflagrada em março, com desdobramentos que apuram um suposto esquema de pagamento de propina para a liberação de contratos da Prefeitura do Rio, que ficou conhecido como " QG da Propina ".


O prefeito Marcelo Crivella e outras 25 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários