Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos
Alan Santos/PR
Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos


A cartilha "Os riscos do uso da maconha na família, na infância e na juventude" , lançada pelos Ministérios da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, de Damares Alves, é alvo de polêmica , segundo o jornal Folha de São Paulo. 


Além de negar a existência da capacidade medicinal da maconha, o guia ainda associa a sua  utilização , sem qualquer comprovação científica, à violência e desenvolvimento de transtornos mentais.

Você viu?

"No que diz respeito ao uso da maconha dita 'medicinal', é importante salientar que o uso terapêutico dos componentes da maconha ainda é extremamente restrito , contando com pouquíssimas evidências científicas", diz a cartilha.

Durante o evento virtual de lançamento do guia, a secretária nacional da Família, Angela Gandra, declarou que famílias estão sendo ludibriadas para acreditarem no potencial terapêutico da maconha. "O que está atrás da maconha é o utilitarismo, não é o uso terapêutico. É como eu ganho dinheiro com o narcotráfico."



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários